Rádio Colmeia

Caminhada chama a atenção contra a violência à Mulher

março 08
12:44 2017

Hoje, dia 8 de março é o Dia Internacional da Mulher, e para chamar a atenção da sociedade de Porto União e União da Vitória, foi realizada uma caminhada pelas principais vias dos dois municípios, para lembrar o significado da data e lutar contra a violência a Mulher.

IMG_9510

Foto: Marciel Borges/ Rádio Colmeia

O Fórum de Políticas das Mulheres do Vale do Iguaçu do Grupo Amélia, foram as organizadores da caminhada, e cerca de 300 pessoas foram para as ruas de Porto União da Vitória participar dessa ação.

O evento se concentrou na praça Coronel Amazonas, no centro de União da Vitória, e contou com a participação de várias escolas e colégios de União da Vitória, entre elas,  Túlio de França,  Uniguaçu, Unespar, entidades ligadas a educação no Paraná e equipes de saúde das duas cidades.

A caminhada se iniciou ás 10h, e na ação, foi carregada uma faixa com o dizer “#NósParamos”, atrás, teve um pequeno grupo  que fez muito barulho e animou a caminhada expressando em canções, a luta contra a violência a mulher.

Após sair da praça Coronel Amazonas, o grupo seguiu pela rua Visconde de Guarapuava, depois, subiu a avenida Manoel Ribas e passou para a cidade de Porto União, na rua Matos Costa, dobrando para a rua Prudente de Morais. Em em seguida, descendo a rua Sete de Setembro, terminando o percurso na praça Hercílio Luz, cartão postal da cidade portuniense.

Durante todo o percurso foram dados gritos de ordem contra a violência à mulher e abaixe o machismo. Também foram entregues folhetos a comunidade, e antes de finalizar o evento na praça em Porto União, todos se deram as mãos em volta da cartão postal, que é o chafariz,  e cantaram mais músicas contra a violência, dando assim, como finalizado a caminhada.

Na parte da tarde na praça Coronel Amazonas em União da Vitória, a comunidade é convidada para participar de vários encontros e discussões para uma sociedade melhor e a diminuição do crime contra à mulher.

Hoje, as mulheres tem ao seu favor a Lei Maria da Penha, e também, a mudança da lei em caso de morte, é que a Lei 13.104 de 9 de março de 2015. Assinada pela ex Presidente da Republica Dilma Rousseff que colocou neste requisito como crime de Fiminicídio os seguintes itens.

 

  • Durante a gestação ou nos três meses posteriores ao parto;
  • Contra pessoa menor de 14 anos, maior de 60 (sessenta) anos ou com deficiência;
  • Na presença de descendente ou ascendente da vítima;

 

Uma das organizadoras, a jovem Thays Bieberbach, em conversa com a Rádio Colmeia, destacou a importância da caminhada para chamar a atenção das mulheres como da sociedade sobre os atos de violência, destacando dados da pesquisa de violência e morte de mulheres no ano de 2015 em União da Vitória, e a sua colocação em nível Paraná e Brasil.

 

Galeria:

Fotos: Gisele Ovitski e Marciel Borges/ Rádio Colmeia

 

Sobre o Autor

marciel

marciel

Marciel Borges é jornalista graduado pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), onde atualmente faz pós-graduação em MBA Gestão de Produção Criativa em Comunicação. Marciel atuou em emissoras de rádio Comunitária da região e na área da internet, onde pode adquirir conhecimento. No ano de 2012, realizou o seu trabalho de conclusão de Curso (TCC) contanto a História da Rádio Colmeia, sendo convidado para fazer parte do jornalismo digital da emissora.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há nenhum comentário no momento, você quer adicionar um?

Escrever comentário

Escrever comentário

Calendário

maio 2018
DSTQQSS
« abr  
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Últimos Cometários

e muito estranho o que esta acontecendo gugol...

eu apoio a greve, pois todos estamos sendo atingido pelo aumento abusivo do combustivel. Vindoo...

Precisa de saída de escape igual na serra de Bituruna....

Colméia no Facebook