Rádio Colmeia

Militares abrem o Desfile de 7 de Setembro nas cidades irmãs

setembro 07
12:56 2018

Foto: Marciel Borges/ Rádio Colmeia

Nesta sexta-feira, 7 de setembro o Desfile Cívico Militar, nas cidades de Porto União (SC) e União da Vitória (PR), teve um diferencial, sendo que quem abriu os festejos do Dia de Independência do Brasil, foram os militares do 5º Batalhão de Engenharia e Combate Blindado, seguido do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, e Polícia Civil.

O Desfile Cívico Militar teve início às 9h, após o prefeito de Porto União, Elliseu Mibach e o prefeito de União da Vitória, Hilton Santin Roveda, realizarem a revista na tropa, junto ao senhor Tenente Coronel Damásio Douglas Nogueira Junior, que após tal revista foi dada a ordem para o desfile iniciar.

Depois do momento Cívico Militar, várias entidades das duas cidades desceram a rua Matos Costa em direção a avenida Manoel Ribas, em União da Vitória, mostrando o seu amor pelo Brasil e em destaque a Independência. Ao todo desfilaram neste 7 de Setembro, 73 entidades e o desfile terminou às 11h45.

Em entrevista para o repórter Sailon Roberto, o prefeito de União da Vitória, Hilton Santin Roveda, falou sobre a data de hoje e diz que o Brasil precisa de paz. Já o Tenente Coronel Damásio Douglas Nogueira Junior, explicou  o motivo da mudança no Desfile Cívico Militar neste ano. E finalizando o prefeito de Porto União Eliseu Mibach, enfatiza o 7 de Setembro.

 

 

História:

 

História da Independência do Brasil

 

A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data, o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I às margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.

 

Causas:

 

Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política;

 

Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos, exercido pela Coroa Portuguesa no Brasil;

 

Tentativa da Coroa Portuguesa em recolonizar o Brasil.

 

Dia do Fico

Pedro não acatou as determinações feitas pela Coroa Portuguesa, que exigia seu retorno para Portugal. Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro negou ao chamado e afirmou que ficaria no Brasil.

 

Fotos: Marciel Borges/ Rádio Colmeia

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há nenhum comentário no momento, você quer adicionar um?

Escrever comentário

Escrever comentário

Calendário

junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Últimos Cometários

Muito triste nico sensacional comentarista sem comentários pra quem o conheceu pedia pra...

Grande Profissional. Perdemos um dos melhores. Ouvia desde criança, falando do Iguaçu. Que Deus conforte...

A enciclopédia viva do esporte, o maior arquivo vivo do futebol Paranaense, vai com Deus...

Colméia no Facebook