Rádio Colmeia 1122 profissionais da saúde de União da Vitória já foram vacinados contra a Covid-19 » Rádio Colmeia

Escute a rádio

1122 profissionais da saúde de União da Vitória já foram vacinados contra a Covid-19


4 de fevereiro de 2021

No momento em União da Vitória foram vacinados contra a Covid-19 1122 profissionais de saúde. Esses profissionais são de Institutos de Longa Permanecia (ILPI), Hospitais, Postos de Saúde, Vigilância em Saúde, Banco de Sangue, Instituto Médico Legal (IML), Secretaria de Saúde, Cisvali, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), SAMU, Transporte da secretaria de Saúde, CAPS, Laboratórios que coletam amostras de Covid e Hemodiálise.

Ilustrativa

Na próxima etapa serão vacinados os demais Profissionais de saúde contemplados no Plano Estadual de Imunização dentre estes estão as Clínicas de fisioterapia, Odontologia, Consultórios Médicos, Farmácias, Agentes funerários que trabalham com óbitos potencialmente contaminados por Covid, Clínicas de radiologia, Fonoaudiologia, profissionais de laboratório não contemplados anteriormente e demais profissionais de saúde.

Ao total são 1850 pessoas que trabalham na área da saúde no município, estimando-se que cerca de aproximadamente 40% desses profissionais ainda não foram vacinados. Ainda não há previsão exata para a chegada de uma nova leva de vacinas destinadas para o restante dessa população, conseguindo assim, total cobertura nessa primeira fase. As doses vem fracionadas e seguem o plano nacional de vacinação.

Só após todos os profissionais da saúde vacinados é que a segunda fase se iniciará, contemplando os idosos. “Quando chegar com o momento dos idosos, nós vamos começar com os acima de 80 anos”, disse o secretário de Saúde, Fernando Ferencz, em entrevista ao Jornal da Manhã dessa quinta-feira, 4. Já está sendo finalizado um plano municipal para atender a todos os idosos. De acordo com Ferencz, os idosos com comorbidades serão vacinados em casa.

Também o horário dos postos de saúde serão estendidos quando a vacina for disponibilizada ao público em geral, ficando abertos aos finais de semana para atingir o número necessário da cobertura de vacinação.

Situação da pandemia no município

Nessa quarta-feira, 3, foi confirmado o vigésimo óbito em decorrência da Covid-19. Pela noite, alguns estabelecimentos comerciais foram flagrados com aglomerações de pessoas. Muitos jovens sem máscara estavam no local bebendo e confraternizando.

Os jovens são a população que mais transmitem o vírus e, na outra ponta, os idosos são a população com maior incidência de óbitos pela doença. Para o secretário é tão necessário que as fiscalizações e conscientizações aconteçam justamente para evitar essa situação. “Eu vejo um panorama que, enquanto a gente não tomar esse cuidado, a Covid ainda vai se espalhar, a pandemia vai estar aí presente, vai ser difícil de sair dessa situação”, colocou.

A chegada da vacina criou uma falsa sensação de segurança à população. De acordo com Ferencz dos quase 58 mil habitantes de União da Vitória, foram vacinados 1122, “praticamente nada”. “A vacinação ela é importantíssima, mas não podemos criar essa falsa sensação de segurança”, frisou.

O setor de fiscalização da prefeitura está atuando intensamente na orientação de estabelecimentos comerciais do município. Só na semana passada mais de 70 estabelecimentos foram acompanhados, com duas interdições, quatro multas, oito notificações e mais de 60 orientações.

Taxa de ocupação de leitos para Covid-19

A situação é muito preocupante em relação a taxa de ocupação de leitos destinados a Covid-19 na região Sul do Paraná e em todo o Estado. A taxa é de praticamente 100% de ocupação. Em União da Vitória nesta quinta-feira, não há leitos de UTI disponíveis.

Os hospitais não pararam de atender a outras comorbidades e situações de saúde. “Os hospitais estão cheios, sobrecarregados, os profissionais também estão exaustos”, disse o secretário. Por isso é tão importante que as pessoas não afrouxem as medidas de segurança e evitem ao máximo aglomerações. Infelizmente não há a possibilidade de abrir leitos Covid-19 pois não há profissionais suficiente para operar esses leitos.

Acompanhe a entrevista na íntegra:

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


TCE-SC faz alerta sobre compra de vacina Sputnik V por municípios catarinenses

O conselheiro Luiz Eduardo Cherem representou o Tribunal de Contas de Santa Catarina, na manhã de sexta-feira, 9, na primeira reunião virtual entre o Consórcio Nacional de Vacinas Brasileiras (Conectar) e o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) — o Fundo Soberano Russo —, que coordena o desenvolvimento da vacina Sputnik V. Ele participou do […]

Governo do Paraná encaminha à Assembleia proposta para criação da Polícia Penal

A criação da Polícia Penal teve mais um avanço no Paraná com o envio, pelo Poder Executivo, de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) à Assembleia Legislativa. O documento foi encaminhado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e propõe alterações legais para oficializar este departamento como instituição policial voltada à atividade de execução penal. O poder de […]

Três Barras soma seis altas de positivados e oito novos infectados pela Covid-19

Subiu para 1336 o número de recuperados da covid-19 em Três Barras, somados os 06 pacientes liberados para o convívio social seguro neste último dia. Desde o início da pandemia, o município contabiliza 1411 casos confirmados. Entre os contaminados mais recentes estão três homens, com idades entre 37 e 54 anos; e cinco mulheres entre […]