Celesc negocia dívidas de clientes com vantagens especiais na Semana Nacional de Conciliação » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Celesc negocia dívidas de clientes com vantagens especiais na Semana Nacional de Conciliação


7 de novembro de 2022

Entre os dias 07 e 11 de novembro, consumidores de energia elétrica que tenham débitos pendentes terão vantagens especiais para acertar suas contas com a Celesc, durante a XVII Semana Nacional da Conciliação.

Este ano, o evento volta a ser presencial após duas edições realizadas de forma on-line, por conta da pandemia de Covid-19. Em 2021, a Empresa firmou 1.908 acordos.

A Semana Nacional da Conciliação é realizada anualmente e organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em parceria com entidades públicas e empresas privadas do país. Para participar, o titular da unidade consumidora deverá ir até um dos locais autorizados (ver lista abaixo com endereços e horários) e ter em mãos documento original de identificação com foto e CPF.

“Outra novidade que a Celesc está preparando é a prorrogação das condições de negociação de débitos. Nossos clientes terão até o dia 02/12/2022 para procurar a empresa a fim de resolver sua situação”, conta o gerente do Departamento de Gestão de Clientes da Celesc, Mateus Nascimento.

Os interessados devem procurar uma das 256 lojas de atendimento espalhadas pelo Estado.  Acesse o link e veja os endereços e horários: https://bit.ly/3fDxPrB 


Confira abaixo algumas condições especiais que os clientes terão acesso durante esse período:

Condições especiais para pessoas físicas e pessoas jurídicas

– Parcelamento dos débitos vencidos, não ajuizados, mediante pagamento de entrada de 10% e o saldo restante em 24 parcelas;

– Isenção da cobrança de multa e juros pretéritos. Haverá incidência de juros remuneratórios (juros de compensação financeira) de 1% a.m sobre o saldo

– Consumidores que possuam parcelamento ativo poderão renegociar seus débitos sem a necessidade de apresentação de garantias;

– Para todos os acordos firmados o valor limite será de até R$ 150 mil reais de valor histórico (valor de emissão), exceto para consumidores que sejam entidades da administração pública direta, cujo limite será de 500 salários mínimos de valor histórico;

– Consumidor que esteja inadimplente em parcelamento anterior, também realizado em mutirão de conciliação, não poderá aderir a novo parcelamento

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


STF aprova a “revisão da vida toda” pelo INSS

O Supremo Tribunal Federal (STF) encerrou na tarde desta quinta-feira (1º) a análise da “revisão da vida toda” do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Onze ministros apresentaram seus votos, com placar de 6 a favor e 5 contra. Votaram a favor os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Carmen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber e Marco […]

“Canoinhas não é terra de ladrão”, diz Juliana Maciel ao tomar posse como 1ª prefeita

Pela primeira vez na história, Canoinhas será comandada por uma mulher. Juliana Maciel Hoppe (PSDB) tomou posse na manhã desta quinta-feira, dia 1º, em sessão solene realizada na Câmara de Vereadores. “A minha postura enquanto política sempre foi de levar ao povo o melhor que tem dentro de mim, guiada sempre pelos passos de Deus, […]

Confira as vagas de emprego da Agência do Trabalhador de União da Vitória

Vagas de emprego estão disponíveis na Agência do Trabalhador de União da Vitória nesta sexta-feira, 02. Interessados em mais informações, podem procurar a agência com carteira de trabalho e número do Programa de Integração Social (PIS), das 8h às 14 horas. O atendimento aos trabalhadores, em relação a vagas e ao seguro desemprego, só serão […]