País usa três cemitérios para fazer a maior fazenda solar urbana da região » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

País usa três cemitérios para fazer a maior fazenda solar urbana da região


17 de junho de 2024

Foto: Cidade de Valência (imagem de renderização)

A Espanha, um país com pouco espaço, resolveu inovar e criar uma verdadeira fazenda solar em cemitérios. Os painéis solares serão instalados em três cemitérios municipais de Valência.

A cidade, a terceira mais populosa do país, vai instalar 7.000 painéis solares para tentar desacelerar as mudanças climáticas. O valor de energia que será gerado pelas placas ainda não foi divulgado, mas segundo fontes oficiais, a construção será o maior parque solar urbano da Espanha.

“Sofremos secas e calor extremo. É necessário acelerar a transição, mas às vezes nas cidades é difícil encontrar grandes espaços livres para instalar energias renováveis”, explicou Alejandro Ramon, dono da ideia e antigo conselheiro climático da cidade.

Requiem in Power

Em inglês, RIP significa “Rest in peace” (descanse em paz). Para fazer uma alusão a essa expressão, os técnicos nomearam o projeto de RIP, mas com um outro significado, Requiem in Power (descanse em energia).

A ideia surgiu numa tentativa de transacionar a energia do país para uma matriz mais verde e será aplicada nos cemitérios de Grau, Campanar e Benimàmet.

Calor excessivo

A Espanha sofreu, nos últimos anos, problemas com o calor excessivo e outros malefícios das mudanças climáticas.

Como não restava muito mais espaço para crescer, Alejandro Ramon checou se era possível construir os painéis sob mausoléus.

A resposta foi bem positiva e animadora. “Depois de consultar os técnicos, eles disseram que as coberturas dos nichos eram perfeitamente adequadas para a instalação de painéis solares”, explicou.

Energia limpa para casas e edifícios

A energia local será usada em edifícios municipais e parte será destinada a residências próximas.

Agora, os telhados que não tinham uma utilidade específica, viram verdadeiros geradores!

Toda a energia produzida vai alimentar casas próximos e edifícios públicos.

“Os cemitérios não serão apenas um espaço onde os falecidos podem descansar, mas também se tornarão um local de produção de energia limpa e local”, explicou Alejandro, que disse que a Igreja Católica local apoiou a ideia.

Além de combater a mudança climática com uma matriz de geração de energia verde, a iniciativa também evita perdas na transmissão por longas linhas de energia.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Acidente na rua Professora Amazília: moto e carro colidem no centro de União da Vitória

Por volta das 19h50min desta sexta-feira (12), o Corpo de Bombeiros de União da Vitória foi acionado para prestar atendimento em um acidente de trânsito na Rua Professora Amazília, área central. No local ocorreu uma colisão envolvendo um veículo VW Fox branco e uma moto Honda Biz lilás, ambos com placas Mercosul, sendo que deste […]

Acidente de trânsito na rotatória da Tirol deixa motociclista ferida em Porto União

Por volta das 18 horas e 20 minutos desta sexta-feira (12), o Corpo de Bombeiros de Porto União foi acionado para atender um acidente de trânsito na Avenida dos Ferroviários, no trecho conhecido como Rotatória da Tirol. No local, um veículo Raffae V e uma moto Honda Bis 125 colidiram, resultando em ferimentos na condutora […]

Acidente na BR-476 em Paula Freitas: Caminhão Carregado de Areia Tomba

Na tarde desta quinta-feira (11), um caminhão Volvo com placas de Marmeleiro/PR, tombou na BR-476, na Colônia Luzia, em Paula Freitas, próximo à Revestical. O veículo estava carregado de areia. O motorista, um homem de 40 anos, sofreu ferimentos moderados e foi encaminhado ao hospital pelo Corpo de Bombeiros. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi […]