Rádio Colmeia

Porto União participa de Audiência Pública da UFFS

abril 29
18:04 2014
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O prefeito Anízio de Souza e o vice-prefeito Aloísio Salvatti participaram na noite desta segunda-feira, 28, na cidade de Três Barras, da Audiência Pública sobre a instalação da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) para a região do Planalto Norte. Acompanharam o prefeito e o vice-prefeito, os secretários Bento Trindade (Educação) e Paulo Buch (Administração) e uma comitiva do município.

A Audiência serviu para dar os primeiros passos para a instalação da UFFS para a região. Após dado este primeiro passo será criado uma comissão regional para discutir a implantação.

“Este primeiro momento da Audiência foi para saber se a região quer e necessita do Campus da UFFS, em seguida criaremos uma comissão, que reunirá um representante de cada entidade regional e das prefeituras e câmaras de vereadores, para que possam elaborar um projeto de viabilidade para saber onde será o local ideal para a implantação do Campus. Em seguida discutir os cursos que viriam”, explicou o deputado Federal Pedro Uczai, membro da Comissão de Educação da Câmara Federal e um dos organizadores da Audiência, junto com a Associação dos Municípios do Planalto Norte Catarinense (Amplanorte).

O Reitor da UFSS, Jaime Giolo, destacou que a expansão da UFSS está sendo estudada dentro da instituição e que os projetos serão avaliados “Vamos avaliar os projetos de expansão e com critérios técnicos iremos decidir o local ideal que receber o próximo Campus da UFFS. Existem várias cidades pleiteando o próximo Campus”, explicou Giolo.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O vice-prefeito Salvatti que participou das primeiras reuniões ainda em Brasília, falou da luta sobre a possibilidade da vinda da instituição para a região. “Nós soubemos da intenção da UFFS de expandir e começamos a trabalhar para que o Planalto Norte entrasse na briga para a vinda do Campus. Se a vinda do Campus for concretizada, já teremos cinco cursos de início, mas antes precisamos fazer as comissões e montar o projeto, para que o UFFS e o MEC (Ministério da Educação) escolham a nossa região. É importante essa abertura do governo federal, pois antigamente as universidades federais só abriam nos grandes centros, e agora ela está indo para o interior”, lembrou Salvatti.

prefeito Anízio destacou a possibilidade da vinda de uma instituição de ensino gratuita na região. “Hoje é um dia histórico para o Planalto Norte. Quero parabenizar o deputado e os prefeitos que se envolveram junto com a comunidade. Não tenho dúvida nenhuma que em um futuro próximo poderemos ver isso como uma realidade. Isso é importante para as futuras gerações nós implantarmos definitivamente o Campus da UFFS no Planalto Norte. Não é uma luta simples, mas pela mobilização no Planalto Norte, não tenho dúvida que será uma realidade”, falou o prefeito.

 

A Universidade:

 

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) é uma instituição de ensino superior pública e popular. Criada pela lei no 12.029, de 15 de setembro de 2009, a UFFS abrange os 396 municípios da Mesorregião Fronteira Mercosul – Sudoeste do Paraná, Oeste de Santa Catarina e Noroeste do Rio Grande do Sul.

Desde sua criação, a UFFS tem cinco campi – Chapecó (SC) – sede da instituição -, Realeza e Laranjeiras do Sul (PR) e Cerro Largo e Erechim (RS). Historicamente desassistida pelo poder público, especialmente com relação ao ensino superior, a mesorregião sonhava com uma universidade federal há décadas.

Com 33 cursos em 42 turmas ingressantes anualmente, a universidade prevê ter 10 mil alunos nos primeiros cinco anos. As graduações oferecidas privilegiam as vocações da economia regional – visando o desenvolvimento regional integrado, pela valorização e superação da matriz produtiva – e estão em consonância com a Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação (MEC).

Missão

A Universidade Federal da Fronteira Sul tem como missão:

Assegurar o acesso à educação superior como fator decisivo para o desenvolvimento da região da fronteira sul, a qualificação profissional e a inclusão social;

Desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão buscando a interação e a integração das cidades e estados que compõem a grande fronteira do Mercosul e seu entorno.

Promover o desenvolvimento regional integrado — condição essencial para a garantia da permanência dos cidadãos graduados na região da fronteira sul e a reversão do processo de litoralização hoje em curso.

Share

Sobre o Autor

marciel

marciel

Marciel Borges é jornalista graduado pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), onde atualmente faz pós-graduação em MBA Gestão de Produção Criativa em Comunicação. Marciel atuou em emissoras de rádio Comunitária da região e na área da internet, onde pode adquirir conhecimento. No ano de 2012, realizou o seu trabalho de conclusão de Curso (TCC) contanto a História da Rádio Colmeia, sendo convidado para fazer parte do jornalismo digital da emissora.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há nenhum comentário no momento, você quer adicionar um?

Escrever comentário

Escrever comentário

Calendário

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Últimos Cometários

No Rio Tietê no município de Barbosa estamos sentindo na pele isso , com inúmeras...

Pena muito branda se fosse mais severa diminuiria!...

Olá bom dia gostaria de trabalhar com vcs porto união precisa de uma empresa grande...

Colméia no Facebook