Procon-PR alerta para novo golpe envolvendo o uso do Pix » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Procon-PR alerta para novo golpe envolvendo o uso do Pix


3 de maio de 2022

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf), através do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PR), alerta para um novo golpe com o sistema Pix, que possibilita pagamentos e operações bancárias via celular. O golpista se passa por um gerente de banco e solicita que a vítima efetue transferências financeiras para “testes” em sua conta.

Já houve uma vítima no Paraná. Ela perdeu R$ 20 mil. “A dona da empresa disse que recebeu um telefonema de uma pessoa que afirmava ser o gerente do banco e que havia um problema no seu Pix. Ele pediu que essa empresária fizesse duas transferências. Essa pessoa fez o que lhe foi solicitado e perdeu o dinheiro, pois se tratava de um golpe. E essa pessoa que se fez passar pelo gerente do banco sabia até o nome do gerente oficial da conta da cliente”, afirmou Claudia Silvano, coordenadora do Procon/PR.

Segundo ela, os golpistas usam de diversos meios para conseguir informações confidenciais. Assim, achando que está falando com alguém confiável, a pessoa acaba passando seus dados, endereço, número do CPF e até o nome do gerente da conta bancária.

“É preciso tomar cuidado porque a única arma que a gente tem é a prevenção. É preciso ter em mente que banco não entra em contato fazendo esse tipo de abordagem. Ou se entrar em contato, o cidadão deve ter em mente que deve conhecer bem essa pessoa e já ter um relacionamento anterior. Reaver esse dinheiro é praticamente impossível”, disse Claudia.

Rogério Carboni, secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho ressalta que a prevenção é o melhor caminho para não cair em golpes. “No caso de perceber algum contato telefônico suspeito, denuncie às forças de segurança e ao Procon/PR. As denúncias nos ajudam e tornar público esses casos, evitando que os criminosos façam novas vítimas”, disse.

GOLPES NO PIX – Golpes no Pix têm sido recorrentes. É preciso ter atenção. Uma fraude conhecida é a criação de páginas falsas para enganar os usuários. A estratégia é redirecionar os alvos do golpe para sites falsos e, neles, roubar seus dados bancários. O golpe do WhatsApp clonado já era explorado muito antes do surgimento do Pix, mas essa nova forma de pagamento torna o golpe ainda mais eficiente. Há, ainda, falsas centrais de atendimento. 

A principal orientação para prevenção é buscar sempre meios oficiais, evitando clicar em links recebidos; nunca compartilhar o código de verificação; e não fornecer senhas fora do site do banco ou do aplicativo.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Impacto da pandemia reduziu salários em 2020, aponta IBGE

O primeiro ano da pandemia fez os salários pagos pelas empresas brasileiras cair em 2020, de acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados no mês de junho. A média mensal paga foi de R$ 3.043,81, que representa uma redução de 3% em valores reais na comparação com 2019. O […]

Polícia Militar de Porto União desencadeia Operação Narcos

Na noite dessa sexta-feira, 30, a Policia Militar de Porto União realizou a Operação Narcos Brasil. Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a operação está sendo realizada em todas as unidades da federação. O objetivo é realizar ações preventivas, ostensivas e repressivas de combate ao tráfico de drogas por meio de abordagens, […]

TSE: doações por Pix para campanhas serão apenas com CPF como chave

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou ontem (1º) que somente pessoas físicas que cadastrarem o CPF como chave Pix podem fazer doações para campanhas eleitorais nas eleições de outubro.  Em maio, o tribunal autorizou as doações por meio do sistema de pagamento instantâneo do Banco Central. O caso foi decidido a partir de uma consulta feita pelo […]