Vírus de celular desvia Pix e limpa conta; saiba se proteger » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

Vírus de celular desvia Pix e limpa conta; saiba se proteger


15 de setembro de 2023

Ilustrativa

Um vírus de celular que consegue desviar dinheiro via Pix e “limpar” a conta dos usuários foi desenvolvido por criminosos brasileiros. A tecnologia, detectada em dezembro do ano passado, vem crescendo no país e já é a segunda fraude mais registrada em toda a América Latina, segundo a empresa de cibersegurança Kaspersky. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Na fraude do Pix, criminosos conseguem trocar o destinatário e o valor da transferência. De acordo com a publicação, o vírus consegue acessar a etapa anterior à solicitação da senha. Entre os indícios de que o programa corrompeu o celular, estão uma tremedeira na tela e lentidão para carregar. Os estelionatários levam até 95% do saldo da conta em um único golpe.

Os hackers usam notificações e aplicativos falsos para infectar os celulares. Usuários já relataram que o golpe começava com o anúncio de uma atualização do WhatsApp, que redirecionava para um simulacro do app de mensagens. Uma vez que o programa “Atualização Whats App v2.5” era baixado, o sistema ficava comprometido.

Segundo a Kaspersky, o app foi retirado do ar da Google Play. Também existe vírus para dispositivos da Apple, como os iPhones, mas é menos comum.

O Google informou que a segurança na sua loja de aplicativos é uma prioridade. “Nossos usuários são protegidos pelo Google Play Protect, que identifica comportamentos nocivos nos apps e dispositivos Android e alerta os usuários”, comunicou. O vírus desvio de Pix, além de permitir operação em larga escala, é executado de forma automatizada pelo próprio software.

COMO SE PROTEGER?

A empresa de cibersegurança indica que, para se prevenir do golpe, o primeiro passo é suspeitar de qualquer notificação que peça “acesso às opções de acessibilidade”.

“Essa permissão dá amplo acesso às funcionalidades do smartphone e só é necessária para quem precisa de algum auxílio do aparelho para usar aplicativos, que devem ser selecionados criteriosamente”, diz a publicação.

A escolha de atuação no Pix pelos criminosos é devido à velocidade oferecida pela ferramenta. A tecnologia de pagamentos instantâneos permite dispersar o dinheiro entre várias contas, o que dificulta o rastreio dos valores, de acordo com o diretor da Equipe Global de Pesquisa e Análise da Kaspersky, Fabio Assolini.

Com informações Portal RDX e jornal Folha de S. Paulo

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Fernanda Sardanha e Adão Staniszewski são definidos como candidatos a prefeito e vice em São Mateus do Sul

Na tarde de hoje, 20 de julho de 2024, foram realizadas as convenções partidárias em São Mateus do Sul, que definiram os nomes dos candidatos para as próximas eleições municipais. A atual prefeita Fernanda Sardanha, do PSD, foi confirmada como candidata à reeleição, tendo Adão Staniszewski, do PP, como candidato a vice-prefeito. As convenções dos […]

Acidente na BR-280 envolve caminhão e carro em frente ao CIDASC

Um acidente foi registrado nas primeiras horas da manhã deste sábado, 20, em frente ao CIDASC na BR-280. A colisão envolveu um caminhão Volkswagen, com placas de Massaranduba, Santa Catarina, e um Space Fox, com placas de Caçador. De acordo com informações, o caminhão estava estacionado e o condutor estava dormindo no pátio quando o […]

Colapso Digital: Impactos no Brasil

Nesta sexta-feira, 19 de julho de 2024, um apagão cibernético global causou problemas em sistemas de diversos setores no Brasil e no mundo. Companhias aéreas, hospitais, varejistas e outros negócios foram afetados. A interrupção começou com uma falha em uma atualização de segurança da CrowdStrike, impactando dispositivos Windows e causando problemas com serviços do Microsoft […]