Bombeiros resgatam 12 gatos de casa atingida pela cheia do Iguaçu em União da Vitória » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

Bombeiros resgatam 12 gatos de casa atingida pela cheia do Iguaçu em União da Vitória


10 de novembro de 2023

Divulgação

Desde o início de outubro, quando a cheia do Iguaçu tirou milhares de pessoas de suas casas em União da Vitória, outra situação tem preocupado: o abandono de animais domésticos.

A equipe do Corpo de Bombeiros de União da Vitória realiza resgates diariamente de animais, em sua maioria, cães e gatos, em situação de risco. Os que não podem ser resgatados estão sendo monitorados e alimentados pela equipe.

No bairro São Bernardo, um dos locais mais afetados pela cheia, existe uma casa com dezenas de gatos que estão recebendo os cuidados dos bombeiros desde o início da enchente. Mas após a última visita na “casa dos gatos” (forma carinhosa que os bombeiros chamam a residência), os bombeiros militares, cabo Diego Fleitux e sargento Andrade, ficaram preocupados com o que encontraram, como explica Fleitux: “Segundo uma vizinha, na casa há quase 40 gatos, nós colocávamos bastante comida, mas não era o suficiente. Da última vez que fomos havia muitos gatos desnutridos, bem magrinhos e quatro já tinham morrido. A gente foi embora e eu fiquei com aquilo na cabeça, que tínhamos que tentar dar um jeito de pelo menos diminuir a quantidade de gatos no local”, explicou o bombeiro.

No outro dia, Fleitux entrou em contato com Vanessa Witiuk, responsável pelo abrigo de animais construído para os cães e gatos abandonados por seus tutores durante a cheia, e juntos conseguiram uma doação de portas da empresa Pormade para a construção de um gatil para abrigar os gatos resgatados, visto que o abrigo já estava lotado.

Com lugar garantido para os gatos, uma nova equipe composta pelo sargento Carvalho, cabo Barrida e cabo Fleitux saiu na tarde de quarta-feira, 8, para resgatar a maior quantidade possível de felinos.

“Conseguimos resgatar 12 gatos, não conseguimos pegar todos porque alguns eram bem ariscos e espertos, acabavam fugindo quando a gente se aproximava. Com isso o número de gatos no local diminui significativamente e a ração que deixarmos lá, será suficiente”, explicou Fleitux.

**Portal da Cidade

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Inaugurado primeiro frigorífico de coelhos do Planalto Norte Catarinense

O Planalto Norte saiu na frente e nesta sexta-feira, 12, inaugurou o primeiro frigorífico de coelhos do Estado com registro no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) emitido pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). O Frigorífico da Associação dos Pequenos Agricultores Ecológicos e Orgânicos (Apaeco) fica na Colônia […]

Está chegando a 3ª Caminhada Intermunicipal “Caminho da Erva Mate”

A caminhada acontece entre União da Vitória e Porto Vitória Uma caminhada que reúne o que há de mais bonito e aprazível: O ambiente preservado de uma floresta, o rio Iguaçu, a força econômica da erva-mate que se revigora distribuindo riqueza e o Parque Histórico Iguassu, local icônico onde acontecerá a largada. A equipe organizadora […]

Associação Arte do Porto entrega nesta quinta o Troféu Valor Cultural

O prêmio é um reconhecimento ao excelente trabalho dos artesãos do município, que batalham pela manutenção de técnicas manuais e étnicas Na noite desta próxima quinta-feira, 18 de abril de 2024, as 19h30min, acontece na Sala de Eventos do Armazém 1, na Estação União em frente à Praça Hercílio Luz, a entrega do Troféu Valor […]