Câmara entrega Títulos de Cidadãos Honorários de PU para Professor Edson Aires e ao deputado Dr. Vicente Caropreso » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Câmara entrega Títulos de Cidadãos Honorários de PU para Professor Edson Aires e ao deputado Dr. Vicente Caropreso


18 de maio de 2022

A Câmara de Vereadores de Porto União realizou na noite desta quinta-feira, 12, sob a presidência do vereador Paulo Kovalski (PSDB), na Uniguaçu, a Sessão Solene de entrega de Títulos de Cidadãos Honorários de Porto União para o Reitor da Uniguaçu, Professor Edson Aires da Silva e ao Deputado Estadual Dr. Vicente Augusto Caropreso.

O Decreto Legislativo nº 728/2022 de autoria de todos os vereadores concedeu o título ao Deputado Estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) e o Decreto Legislativo nº 700/2020, de autoria do Vereador Luiz Alberto Pasqualin (PSDB) e do ex-vereador Sandro Calikoski (MDB), concedeu o título ao Reitor da Uniguaçu, Professor Edson Aires da Silva.  

O Vereador Pasqualin fez uso da palavra para falar dos homenageados, “é tradição desta casa a instalação de sessões solenes para prestar homenagens às instituições e personalidades que se destacam por seus feitos. Principalmente as que contribuem com a consolidação da democracia e com o desenvolvimento econômico e social e com o progresso da ciência da educação da tecnologia em favor da população. Primeiramente temos a grata satisfação e homenagear após aprovação unânime de projeto de decreto legislativo do qual sou coautor juntamente com o ex-vereador Sandro Calikoski ao professor Edson Aires da Silva reitor da Uniguaçu que hoje é abraçado e reconhecido como cidadão porto-unionense por toda a sua trajetória voltada a valorização da formação acadêmica e garantia de acesso à educação a todos os cidadãos”, discursou. Para Pasqualin, a concessão do título de cidadania honorária é a maior honraria concedida pelo Município.  

“Hoje também é uma noite muito importante para essa casa de leis, pois condecoramos também como cidadão porto-unionense o deputado Dr. Vicente Caropreso uma das maiores lideranças dentro do cenário político Catarinense e reconhecidamente um dos parlamentares mais atuantes da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. É notório o carinho e atenção do deputado com a população do nosso município e por isso reconhecemos toda a dedicação e comprometimento em sempre nos atender, não medindo esforços para potencializar a disponibilização de recursos financeiros para o município”, completou.

O ex-vereador Calikoski também usou a palavra “não costumo escrever os meus discursos, eu falo com o coração e com a emoção é o meu jeito, embora hoje é uma sessão solene e teria que escrever. Mas lembro que lá pelos meados de 2001 na Câmara de Vereadores de Porto União quando você Edson, chegou e disse que tinha esse projeto no antigo Senai de implantar uma universidade: a Uniguaçu. Era isso que a nossa região precisava, uma empresa sem chaminé. Não tenho medo de dizer que nós temos dois Planalto Norte e dois Sul do Paraná, um antes da Uniguaçu e outro depois da Uniguaçu. Eu quero e espero ainda dos nossos governantes mais respeito pela educação, nada acontece que não seja através da educação. Para nós termos realmente um país de qualidade, um país de primeiro mundo e temos condições para isso, pois temos um povo trabalhador e empresários dedicado, precisamos que os nossos mandantes invistam na educação”, falou.

Em seguida foi a vez dos homenageados fazerem o uso da palavra. O primeiro a falar foi o deputado Vicente Caropreso que agradeceu a homenagem. “Esta noite me tocou muito no coração em receber um título desses, não é apenas satisfazer o ego da gente, mas coloca muita responsabilidade. A presença de todos aqui e a vibração, isso significa muito, essa troca de emoções ainda mais para mim que sou italiano. Esse convívio intenso que faz com que a nossa esperança seja de cada vez mais de ter um País que respeite a democracia, que seja conhecido no mundo inteiro pela paz, apesar de todas as dificuldades que que nós tivemos, nós sempre conseguimos superar, principalmente nesses últimos anos. Essa é talvez a minha maior luta como cidadão como ente político, é respeitar as constituições estadual e do Brasil e ter uma boa convivência entre os que tem opinião diferente da minha. Eu muitas vezes opto por ouvir mais do que entrar facilmente em conflito. Têm parlamentares que não são assim, que são muito mais combativos, eu optei por isso, esse é o meu jeito de ser por que facilita o convívio e a política é isso: é conviver é saber ceder e construir”, afirmou.

Em seguida o Professor Edson muito emocionado agradeceu e falou da homenagem. “Inicialmente eu quero agradecer a presença de todos vocês na nossa casa, aqui no auditório que leva o meu nome. Quero agradecer os vereadores Pasqualin e o Sandro pela indicação do meu nome para receber o título e aos demais vereadores por terem aceito a indicação.  Quero parabenizar também o pessoal da Uniguaçu, nossos amigos professores e colaboradores porque embora esse título seja personalizado a minha pessoa, a referência obviamente é para a Uniguaçu, a gente está representando a instituição. É uma noite especial, uma noite muito gratificante de festa também, mas eu não posso deixar de me desculpar inicialmente principalmente pela emoção que a gente vive aqui”, completou.

Para encerrar o evento, o Prefeito de Porto União, Eliseu Mibach (PSDB), discursou sobre os dois homenageados. “Falar do trabalho de vocês é muito fácil, por que está na história, está escrito e ninguém poderá apagar. Doutor Vicente, amigo de longa data, que o conheci na capital federal e quando batemos na porta do seu gabinete para pedir recursos para que pudéssemos dar continuidade a unidade oncológica do Hospital São Braz. Naquela oportunidade conhecemos um deputado que se sensibilizou com os nossos pedidos e na época então enviou recursos para que conseguimos construir quase que a metade do prédio do Hospital do Câncer. Nesse momento em nome da população de Porto União eu digo muito obrigado. Professor Edson Aires da Silva conhecemos a Uniguaçu desde que quando foi lançado o projeto em 1999. Conversava com o prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo, a época que pediu apoio para que a Uniguaçu se instalasse e nós estávamos lá firmes brigando e lutando pedindo para que realmente instituição Uniguaçu se transformasse em realidade porque era uma necessidade”, completou.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Postos anunciarão preço de combustível válido antes da redução do ICMS

A partir desta quinta-feira (7), os postos de combustíveis de todo país estão obrigados a divulgar, de forma “correta, clara, precisa, ostensiva e legível”, os preços dos combustíveis que eram cobrados, em cada empresa, no dia 22 de junho de 2022, “de modo que os consumidores possam compará-los com os preços praticados no momento da […]

Feira de Adoção acontece neste sábado em União da Vitória

Acontece neste sábado, 09, mais uma edição da Feira de Adoção Animal realizada pela equipe da Defesa Animal de União da Vitória. A feira acontece na Estação União entre das 09h às 12h e o objetivo é facilitar a adoção de cães que que foram acolhidos pela Defesa Animal e estão prontos para irem para […]

Nossa Casa do Caminho em União da Vitória realiza 2º bazar beneficente nesse sábado

Na próxima sexta-feira, 8, a casa de caridade “Nossa Casa do Caminho” realizará um bazar, das 13h às 17h, com artigos que variam de R$0,50 a R$3,00. Serão principalmente roupas e calçados para adultos e crianças, por causa da campanha do agasalho e do inverno. A Nossa Casa realiza diversas atividades, todas de forma gratuita. Inclusive a […]