Deputada Federal Geovania de Sá quer atendimento prioritário a pessoas com fibromialgia » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Deputada Federal Geovania de Sá quer atendimento prioritário a pessoas com fibromialgia


14 de setembro de 2021

Divulgação

A deputada federal Geovania de Sá quer dar mais conforto às pessoas que sofrem de fibromialgia. Pensando no sofrimento desta população, a parlamentar protocolou no início desta semana, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei (PL) 3122/2021, que inclui as pessoas que sofrem de fibromialgia em atendimento prioritário. A proposta altera a lei n° 10.048 de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica.

Doença reumatológica, caracterizada por dores crônicas pelo corpo, a síndrome da fibromialgia também está associada a outros sintomas, como fadiga, alterações do sono e cognitivas, distúrbios intestinais, depressão e ansiedade. A fibromialgia é uma doença de causa ainda não inteiramente conhecida, e por isso, não tem cura, nem há um tratamento específico que seja eficaz.

“Em razão das dores, muitas vezes de forte intensidade e recorrentes, a fibromialgia é causa comum de faltas ao trabalho, chegando até mesmo a ser motivo de afastamentos, principalmente quando associada a outras doenças. Precisamos avançar em muitos quesitos com relação à fibromialgia, mas acredito que garantir o atendimento preferencial nos serviços públicos e empresas privadas às pessoas com essa doença é uma importante conquista”, justifica Geovania.

Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), 150 milhões de pessoas são portadoras de fibromialgia no mundo, sendo cerca de 75% a 90% dos casos em mulheres. Somente no Brasil, estima-se que 4,8 milhões de pessoas sofram com a doença.

Para fins de comprovação, o Sistema Único de Saúde (SUS) deverá emitir uma carteira de identificação, impressa ou digital, da pessoa com fibromialgia, para aquelas que constarem o diagnóstico confirmado no prontuário. “Mas até a emissão deste comprovante, a minha proposta define que serão aceitos atestados, declarações ou relatórios médicos, desde que datados e com menos de um ano”, explica a parlamentar.

Atendimento prioritário

Atualmente, estão incluídas no atendimento prioritário às pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos.

A deputada Geovania de Sá já possui o PL 6374/2016, que inclui quem sofre de neoplasia maligna no atendimento prioritário, desde que comprovado documentalmente. Esta proposta está em apreciação no Senado Federal.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Primeiras doses exclusivas para adolescentes de 12 a 17 anos chegam ao Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) recebeu mais 229.320 vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech na noite desta sexta-feira (24). São 129.870 segundas doses (D2) e 99.450 primeiras doses (D1) para adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades e deficiência permanente. Os imunizantes fazem parte da 53ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde […]

Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta sexta-feira (24) a inclusão de profissionais da saúde no grupo de pessoas que receberão uma dose de reforço da vacina contra a covid-19. A nova aplicação deverá ocorrer a partir de seis meses da imunização completa dessas pessoas.  “Acabamos de aprovar a dose de reforço para profissionais […]

Feira de Adoção acontece hoje em União da Vitória

Acontece neste sábado, 25, mais uma edição da Feira de Adoção Animal realizada pela equipe da Defesa Animal de União da Vitória. A feira acontece na Estação União entre as 09h às 13h e o objetivo é facilitar a adoção de cães que que foram acolhidos pela Defesa Animal e estão prontos para irem para […]