Rádio Colmeia Empresa de operacionalização do SAMU se apresenta na 6ª Regional de Saúde em União da Vitória » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Empresa de operacionalização do SAMU se apresenta na 6ª Regional de Saúde em União da Vitória


18 de dezembro de 2020

Imagem: Adriano Dziduk/Rádio Colmeia

A apresentação da empresa que irá operacionalizar o SAMU em União da Vitória foi realizada na manhã dessa sexta-feira, 18, na 6ª Regional de Saúde. As sete ambulâncias, sendo cinco básicas e duas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) móveis, assim como equipamentos que irão atender aos nove município que compõem a Associação dos Municípios do Sul do Paraná (Amsulpar), foram apresentados.

4 de janeiro é o prazo máximo para a empresa estar em total funcionamento de operacionalização. As duas UTI’s móveis ficarão em União da Vitória e São Mateus do Sul. Já as básicas ficam São Mateus do Sul, União da Vitória, Bituruna, Cruz Machado e General Carneiro. O SAMU é um serviço técnico de urgências e faz também atendimento pré-hospitalar de todas as urgências e emergências, “levando o paciente no lugar certo, na hora certa”, disse a chefe da 6ª Regional de Saúde, Paula Krzyzanowski.

Imagem: Adriano Dziduk/Rádio Colmeia

Para Paula, apesar da época da pandemia de Covid-19 ser o assunto mais falado no momento, as outras discussões da área da saúde não param. O SAMU já era discutido desde o ano de 2009 vindo a ser intensificado neste ano de 2020.

O processo demorou pelo SAMU ser um serviço constituído de muita complexidade. De acordo com Paula, não é apenas a viatura que sai para atendimento, ele faz parte de uma rede de urgência e emergência da qual os municípios necessitam fazer a adesão. Essa adesão requer elevado recurso financeiro e leis que precisam ser aprovada nas câmaras de vereadores, assim como a construção das bases.

Imagem: Adriano Dziduk/Rádio Colmeia

Também existe uma grade de referência que indica para onde esses pacientes serão levados em determinados casos, envolvendo a central de regulação que fica em Curitiba. Quando as pessoas ligarem para o 192 solicitando o atendimento do SAMU, será primeiro direcionado a central de Curitiba.  “Envolve muito diálogo, muita discussão, muita organização”, colocou a chefe da Regional.

Na oportunidade o prefeito de Bituruna, Claudinei de Paula Castilho, esteve presente no evento representando o município e o consórcio de saúde Cisvali, do qual é presidente. Para ele é de muita importância um serviço como o SAMU estar presente na região. “Quantas vidas serão salvas através do SAMU que é um serviço de urgência e emergência”, afirmou.

Imagem: Adriano Dziduk/Rádio Colmeia
Imagem: Adriano Dziduk/Rádio Colmeia

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Mais de 2kg de maconha são apreendidos no bairro São Basílio Magno em União da Vitória

Durante patrulhamento no bairro São Basílio Magno na madrugada dessa quarta-feira, 27, por volta das 5h, uma equipe da Polícia Militar realizou abordagem a um veículo Ford Ecoesport. No veículo estava um homem e três mulheres. Em busca pessoa nada de ilícito foi encontrado com os mesmos, já em busca veicular, foi localizado dentro de […]

Saúde atualiza plano de vacinação com novas categorias na prioridade

O Ministério da Saúde publicou a segunda versão do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 incluindo trabalhadores industriais e portuários nos grupos prioritários para receber o imunizante. A primeira versão foi divulgada em dezembro do ano passado. Com esses dois novos setores, que totalizam 5,4 milhões de pessoas, o total do público prioritário subiu para 77,2 […]

Nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Cerca de 3,3 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em dezembro poderão sacar a última parcela do benefício a partir desta quarta-feira (27). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,3 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 […]