Espécie rara de tubarão descoberto na Grécia pode ser brinquedo de plástico » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Espécie rara de tubarão descoberto na Grécia pode ser brinquedo de plástico


30 de março de 2023

Foto: Divulgação/Giannis Papadakis e Nicholas Straube/The New York Times

No ano passado, um grupo de cientistas publicou a descoberta do que relataram ser um tubarão-duende em uma praia grega no periódico Mediterranean Marine Science. A publicação, no entanto, gerou uma série de controvérsias envolvendo a apuração científica da descoberta e a possibilidade de que um brinquedo de plástico possa ter dado origem a toda a confusão.

O tubarão-duende é um peixe que, segundo o portal Fauna Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), habita águas profundas e é conhecido pela aparência peculiar, principalmente pelo focinho longo e achatado e a boca capaz de se projetar em direção à presa. O animal, de acordo com o The New York Times, chegou, inclusive, a servir de inspiração para as criaturas da franquia “Aliens”.

O artigo publicado na Mediterranean Marine Science dizia que o tubarão-duende teria sido encontrado em agosto de 2020 por um homem chamado Giannis Papadakis, que tirou uma foto do animal.

Dois anos depois, essa imagem chegou a um grupo de cientistas que publicou os registros alegando ser a primeira vez que o animal era encontrado no mar mediterrâneo.

Ilustrativa

Uma comunidade de pesquisadores, no entanto, apresentou uma série de dúvidas em relação ao estudo. “Ele é pequeno demais. Suas guelras não aparentam estar abertas”, disse David Elbert, autor do livro Sharks of the World, ao The New York Times. “Não parece nada natural.”

Ainda em 2022, ele e um grupo de pesquisadores de tubarão publicaram um outro artigo questionando a descoberta inicial, e, pouco depois, uma imagem de um tubarão-duende brinquedo começou a circular pelas redes sociais, o que aumentou ainda mais a desconfiança sobre o tema.

Nesta semana, os autores do artigo original se retrataram e admitiram que existem incertezas em torno da descoberta. Para Jurgen Pollerspock, pesquisador de tubarões e um dos autores do artigo que questionava a descoberta, disse também ao The New York Times que “na minha opinião, o problema e a responsabilidade cabe ao editor do periódico e aos revisores”.

**O Povo

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Vacas invadem casa de fazendeiro e descansam em sofá; veja vídeo

Os animais conseguiram entrar na casa, fechar a porta e até mesmo acender a luz da sala, segundo o fazendeiro publicou nas redes sociais. Confira o registro Michael Andrew foi surpreendido ao chegar em sua residência, em Redruth, na Inglaterra, durante a semana passada. Ao abrir a porta, o jovem de 19 anos reparou que […]

União da Vitória recebe The Big Circus um dos maiores circos do Brasil em Março

Globo da morte e o Mundo dos Dinossauros prometem encantar o público de União da Vitória e Porto União Em Março, dia 01, às 20h30, o The Big Circus estreia pela primeira vez em União da Vitória, no campo do São Bernardo Futebol Clube (Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto) com uma atração especial: o […]

Cientistas criam “arroz de carne” para combater fome e desnutrição

A invenção consiste em grãos de arroz que foram implantados com células de boi em laboratório Cientistas da Coreia do Sul desenvolveram um novo tipo de alimento que pode ser uma solução para a fome e a desnutrição no mundo: o “arroz de carne”. A invenção consiste em grãos de arroz que foram implantados com […]