Finlândia continua sendo o país mais feliz do mundo em 2023; Brasil cai 11 posições » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

Finlândia continua sendo o país mais feliz do mundo em 2023; Brasil cai 11 posições


22 de março de 2023

Ilustrativa/Istock

Na segunda-feira, 20, foi divulgado o Relatório Mundial de Felicidade 2023. O levantamento, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), colocou a Finlândia em primeiro lugar no ranking dos países mais felizes do mundo pelo sexto ano consecutivo. Por outro lado, o Brasil caiu 11 posições este ano, saindo da 38ª para a 49ª posição.

O relatório, que está em sua décima primeira edição, analisa seis indicadores principais: apoio social, renda, saúde, senso de liberdade, generosidade e ausência de corrupção de acordo com o desempenho obtido no último triênio, neste caso, de 2020 a 2022.

Para completar o ranking dos países mais felizes do mundo, o top 5 conta com a Dinamarca (2º), Islândia (3º), Israel (4º) e Holanda (5º). Em análise, percebe-se que a Europa se destaca com 4 países representantes no topo.

No outro extremo da lista, as duas últimas posições foram ocupadas pelo Líbano (136º) e Afeganistão (137º), que ocupa o último lugar pela terceira vez seguida.

América Latina

Na 23ª posição do levantamento geral, a Costa Rica é o país mais feliz da América Latina. Segundo o relatório da ONU, os países latino-americanos “têm avaliações médias de vida significativamente mais altas (em torno de 0,5 na escala de 0 a 10) do que o previsto pelo modelo”, em razão de uma série de fatores como características únicas da família e vida social.

Já os países da Ásia Oriental têm avaliações médias de vida abaixo do esperado pelas previsões, devido às “diferenças culturais na maneira como as pessoas pensam e relatam a qualidade de suas vidas”.

Brasil

Na primeira edição do ranking, divulgada em 2012, o Brasil ocupava o 25º lugar. Nos anos seguintes, foi avançando e chegou a alcançar a 17ª posição, em 2016. Deste ano em diante, a felicidade do brasileiro entrou em queda livre. A partir de 2017, o gigante da América do Sul ocupou as posições 22ª, 28ª em 2018, 32ª em 2019, 41ª em 2021 e 38º em 2022.

Apesar da queda abrupta deste ano, o Brasil segue à frente da Argentina (52º), mas está atrás do Uruguai (28º) e do Chile (35º), entre os países mais felizes da América do Sul.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Câmara aprova imposto para compras internacionais de até US$ 50

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 28, a cobrança de taxa para produtos que custam até US$ 50 comprados em sites internacionais. Esses produtos são bastante comuns em sites como Shein e Aliexpress. A medida foi incluída dentro do Projeto de Lei 914/24, que institui o Programa Mobilidade Verde e Inovação (Mover), destinado ao desenvolvimento […]

Concessionária anuncia aumento no preço do pedágio entre PR e SC; veja valores

As cinco praças de pedágio das rodovias BR-116/PR (Contorno Leste), BR-376/PR e BR-101/SC, no trecho entre Curitiba/PR e Palhoça/SC e que estão sob concessão da concessionária Arteris Litoral Sul, terão suas tarifas reajustadas a partir da zero hora desta quarta-feira, 29, conforme Deliberação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nº 133/2024 publicada no Diário […]

Porto União realizou 6ª Conferência Municipal das Cidades

O evento teve como objetivo promover a interlocução entre os órgãos e a população, integrar e alinhar as ideias Na tarde desta terça-feira, 28, aconteceu a 6ª Conferência Nacional das Cidades, no auditório do SENAC de Porto União, na Avenida Getúlio Vargas. A conferência teve como tema “Constituir a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano, Caminhos […]