Sancionada lei que amplia para seis anos prazo de linhas do Pronampe » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

Sancionada lei que amplia para seis anos prazo de linhas do Pronampe


25 de abril de 2023

REUTERS/Adriano Machado

As micro e pequenas empresas ganharam mais dois anos para pagar os empréstimos do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei 14.554/2023, que amplia de quatro para seis anos o prazo de pagamento dos empréstimos do programa, criado para ajudar negócios de menor porte afetados pela pandemia de covid-19.

A lei também criou uma carência mínima de 12 meses. Com a medida, a micro ou pequena empresa tem um ano para pagar a primeira parcela do empréstimo. Os juros máximos foram mantidos em 6% ao mês mais a taxa Selic (juros básicos da economia).

As novas condições não valem apenas para os futuros empréstimos. A lei permite que os contratos assinados a partir de 2021 poderão ser renegociados pelas novas regras, mas o processo deverá seguir condições estabelecidas pelo governo federal.

Atualizado a cada quatro meses, o Mapa das Empresas, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, indica que as micro e pequenos negócios, que faturam até R$ 4,8 milhões por ano, representam 99% dos 20 milhões de empresas existentes no país. Os negócios de menor porte concentram 62% dos empregos e 27% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país).

Programa

Criado em 2020 como medida de socorro durante a pandemia, o Pronampe permite que micro e pequenas empresas peguem empréstimos de até 30% do faturamento anual. Os recursos podem ser usados em compra de equipamentos e mercadorias, reformas e despesas operacionais. O programa proíbe o uso da linha de crédito para distribuição de lucros.

Além dos juros limitados, o Pronampe tem prazo menor de contratação que as linhas tradicionais de crédito para as micro e pequenas empresas. Isso porque eventuais inadimplências são cobertas pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO),

Em 2022, a Lei 14.348 permitiu a reutilização dos recursos do FGO em novas garantias até dezembro de 2024. A medida permitiu que o Pronampe emprestasse mais de R$ 50 bilhões em 2022 e 2023.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Ambulância da prfeitura de Bituruna se envolve em acidente na PR-170

Nesta terça-feira (18), por volta das 5h10min, na altura do km 553 da rodovia PR-170, próximo ao trevo da BR-153, na conhecida Serra de Santa Rosa, a ambulância da Fundação de Saúde de Bituruna colidiu na traseira de um caminhão de transporte de lâminas.O motorista ao avistar o caminhão tentou frear a ambulância, porém, devido […]

PL declara utilidade pública a Associação Futuro Craque

Na noite de ontem foi aprovado em segunda discussão, em unanimidade, na Câmara de Vereadores de União da Vitória o Projeto de Lei 10/2024, que declara de utilidade pública a Associação Esportiva Futuro Craque. O Projeto é de autoria do Vereador Cordovan Frederico de Melo Neto (PSB), nome conhecido não só como incentivador do esporte […]

IAT apresenta ao setor produtivo adequações na regulamentação da suinocultura no Paraná

Após uma série de estudos internos, o Instituto Água e Terra (IAT) finalizou o texto de revisão da Resolução Sedest nº 15/2020, que regulamenta a atividade de suinocultura no Paraná. A proposta será apresentada ao setor produtivo e entidades ligadas ao agronegócio nesta terça e quarta-feira (18 e 19) durante evento na sede do Sindicato Rural de […]