Taxas estaduais serão corrigidas para repor inflação em Santa Catarina » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Taxas estaduais serão corrigidas para repor inflação em Santa Catarina


26 de dezembro de 2023

O Governo de Santa Catarina atualizou os valores das taxas ambientais e estaduais. Os decretos que regulamentam a correção inflacionária estão publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 22, e entram em vigor a partir de janeiro de 2024. A atualização monetária via decreto apenas aplica a correção pela inflação de dezembro de 2022 a novembro de 2023 (4,68% pelo IPCA).

A última correção das taxas ambientais ocorreu em 2012, enquanto as demais taxas estaduais foram atualizadas em 2021. Santa Catarina arrecada por ano cerca de R$ 1,1 bilhão em taxas estaduais. A atualização inflacionária deve garantir um incremento de R$ 50 milhões ao ano.

Considerando apenas as taxas ambientais, o Governo do Estado arrecada R$ 31,8 milhões anualmente. Com a atualização, deve passar a arrecadar R$ 33,7 milhões/ano A Secretaria da Fazenda esclarece que não há criação ou aumento de impostos: as taxas serão atualizadas somente pela inflação do período, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 4,68% – a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelece que as previsões de receita devem observar a variação do índice de preços.

Entre os serviços pelos quais o contribuinte paga taxas estão, por exemplo, licenciamentos, alvarás e certidões. A transferência de veículos também requer o pagamento de taxa. A cobrança serve para remunerar atendimentos que o Estado presta ou coloca à disposição do cidadão, seja em serviços diretos ou de fiscalização. Não se trata, portanto, de arrecadação de impostos — estes recursos são voltados a serviços universais como saúde, educação e segurança.

A atualização monetária do valor das taxas por meio de decreto, com reajuste limitado ao IPCA, é uma condição prevista em lei desde o último mês de outubro, após a aprovação na Assembleia Legislativa desta e de outras ações do Plano de Ajuste Fiscal (Pafisc) que dependiam de mudanças na legislação para serem colocadas em prática.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


União da Vitória recebe The Big Circus um dos maiores circos do Brasil em Março

Globo da morte e o Mundo dos Dinossauros prometem encantar o público de União da Vitória e Porto União Em Março, dia 01, às 20h30, o The Big Circus estreia pela primeira vez em União da Vitória, no campo do São Bernardo Futebol Clube (Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto) com uma atração especial: o […]

Cientistas criam “arroz de carne” para combater fome e desnutrição

A invenção consiste em grãos de arroz que foram implantados com células de boi em laboratório Cientistas da Coreia do Sul desenvolveram um novo tipo de alimento que pode ser uma solução para a fome e a desnutrição no mundo: o “arroz de carne”. A invenção consiste em grãos de arroz que foram implantados com […]

Reconstrução da BR 476 em debate no Sul do Paraná

A reconstrução da BR 476 está em debate nessa semana. A rodovia está em condições ruins há muitos anos e diversos acidentes já foram contabilizados infelizmente. Você acompanha agora a entrevista com o Deputado Estadual Hussein Bakri, um dos representantes da região da Amsulpar, que fala sobre o que está sendo feito. O Deputado Federal […]