Rádio Colmeia

Cejusc presta atendimento aos caminhoneiros de UVA

junho 01
17:15 2018

Foto: Cejusc e Polícia Militar.

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de União da Vitória acompanhou nos últimos 10 dias a manifestação de caminhoneiros na região, buscando oferecer apoio técnico e articulação para diálogo entre os manifestantes e os órgãos de segurança pública, especialmente no contexto de preservação da integridade física dos envolvidos, familiares, e agentes policiais.

Já na semana passada foi oficiado às polícias Civil, Militar, Rodoviária e Exército neste sentido. Na segunda-feira, 28 de maio, na presença do Juiz de Direito Coordenador do Cejusc, Carlos Eduardo Mattioli Kockanny, pelos manifestantes foi informado a respeito do não oferecimento de resistência ao trabalho dos agentes de segurança. Em conversa no encerramento do protesto houve elogio mútuo dos caminhoneiros em relação ao trabalho do Fórum e da Polícia Militar, assim como pelo comando do Batalhão e do Cejusc quanto ao comportamento responsável da liderança dos manifestantes.

Foto: Cejusc e Polícia Militar.

Segundo Mattioli desde o início em contato com o público que circundava e coordenava os protestos foi acertado a respeito da conduta dos manifestantes no local. Além do trabalho do Cejusc de incentivar o diálogo entre as instituições públicas e os grevistas, foi ofertado pela equipe do Fórum acolhimento social e psicológico ao grande público de caminhoneiros e familiares que permaneceram cerca de dez dias nos locais de protesto, assim como viabilizado pelo Cejusc com o diretor João Maria Maciel Fidel o atendimento de saúde pelo Curso Técnico em Enfermagem do Colégio Lauro Muller Soares. Acompanhados dos professores Simon Bhorer, Carmen Ogrodnik e Amarildo dos Santos, acadêmicos prestaram atendimento a mais de 100 caminhoneiros, sendo um deles inclusive encaminhado para atendimento médico de emergência após avaliação.

Carlos Mattioli comentou a importância do papel de Mediação Social e Coletiva do Cejusc no asseguramento da ordem coletiva e busca da paz social, e especialmente na garantia de proteção da integridade física, mental e de saúde dos envolvidos, com a disponibilização de serviços de atendimento de cidadania. De acordo com o Juiz de Direito a experiência não é inédita. “No Município de Bituruna o Cejusc já viabilizou mediação coletiva com dezenas de famílias que haviam ocupado uma área de terra pública. No mesmo dia da ocupação os representantes das famílias foram convidados a comparecer ao Posto Avançado do Fórum em Bituruna, e acertaram a questão habitacional de cada um deles diretamente com o Prefeito Claudinei Castilho, com homologação judicial do acordo no ato, encerrando a manifestação naquela noite, antes mesmo de qualquer medida judicial” recorda Mattioli.

Foto: Cejusc e Polícia Militar.

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de União da Vitória, órgão pertencente ao Fórum local, tem como funções promover sessões de mediação em processos judiciais em andamento no Poder Judiciário local, e ainda agendar tais audiências quando da procura por interessados que ainda não tenham processo ajuizado, especialmente na área da Família.

Além disso, por meio do trabalho inédito com a cidadania e atendimento multidisciplinar, mais de 30 programas encontram-se em execução, tais como o “Projeto de Combate à Evasão Escolar”, o “Amigos do Povo”, o qual busca aproximação do Poder Judiciário e das Polícias com comunidades de carência socioeconômica e altos índices de violência e encaminhamentos de problemas ao Fórum, e o “Confiar”, que atende crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há nenhum comentário no momento, você quer adicionar um?

Escrever comentário

Escrever comentário

Calendário

junho 2018
DSTQQSS
« maio  
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Últimos Cometários

Exatamente o que eu procurava, muito obrigada!!!!...

Exatamente o que eu procurava, obrigada!!!...

Excelente serviço da POLÍCIA CIVIL de Porto União, mostrando que o serviço de investigação...

Colméia no Facebook