Rádio Colmeia

Programa de Calcário beneficia produtores rurais de Bituruna

dezembro 23
14:03 2014
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mais de 600 produtores rurais de Bituruna foram beneficiados neste ano, pelo Programa do Calcário, desenvolvido pela Prefeitura de Bituruna, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

 

Como funciona o Programa do Calcário?

 

O Programa do Calcário foi desenvolvido pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, pelo atual secretário Mário Vilmar Zampierom, e do ex-prefeito Rodrigo Rossoni, que visaram o crescimento e fortalecimento das cadeias produtivas da agricultura e da pecuária leiteira do município. A intenção do programa é garantir o acesso ao calcário principalmente para os pequenos agricultores, que obtém menores condições financeiras.

O calcário é à base de todas as culturas em produção intensiva, principalmente as que usam tecnologia de produção média e alta, nesse caso o programa pretende ser a base dos demais programas e atividades desenvolvidas na agropecuária biturunense, seja para o cultivo de milho, feijão, pastagem para bovinocultura de leite, e demais atividades afins.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Exemplo:

 

Um produtor da Comunidade do Saltinho paga R$ 46,00 reais a tonelada na mina de calcário em Campo Largo, a prefeitura através do programa subsidia o frete até a propriedade do produtor, sendo que cada produtor tem direito a 11 toneladas, mediante da apresentação de análise de solo.

Para melhor exemplificar, se o produtor comprasse as mesmas 11 toneladas no comércio local pagaria R$125,00 a tonelada, mais o frete de entrega da cidade até a propriedade, pelo programa o agricultor paga R$506,00 pelas 11 toneladas de calcário calcítico posto na propriedade. O produtor economiza R$869,00 adquirindo o calcário pelo programa, mais o frete da cidade até a propriedade que custa uma média de R$150,00 por viajem.

O programa já movimentou mais de 5500 toneladas de calcário no seu primeiro ano de existência, o que representou uma economia para os agricultores de mais de R$450.000,00 essa economia é superior ao valor pago pelo caminhão, já pagando o investimento feito para aquisição do caminhão.

Através do subsidio do calcário os pequenos produtores estão conseguindo corrigir os seus terrenos com calcário de qualidade, e com certeza já a realidade de mudança no aumento da produção do município.

Além de beneficiar os agricultores com o programa do calcário, a carreta também fez transporte de areia para a construção das casas do bairro São João e da Vila Mariana, assim como mais de 130 casas construídas no interior do município para pequenos agricultores familiares, em parceria com o sindicato dos trabalhadores e com o Emater.

Futuramente outros produtos poderão ser transportados pela carreta, como insumos agrícolas e principalmente produtos produzidos pelos agricultores biturunenses.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Share

Sobre o Autor

marciel

marciel

Marciel Borges é jornalista graduado pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), onde atualmente faz pós-graduação em MBA Gestão de Produção Criativa em Comunicação. Marciel atuou em emissoras de rádio Comunitária da região e na área da internet, onde pode adquirir conhecimento. No ano de 2012, realizou o seu trabalho de conclusão de Curso (TCC) contanto a História da Rádio Colmeia, sendo convidado para fazer parte do jornalismo digital da emissora.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há nenhum comentário no momento, você quer adicionar um?

Escrever comentário

Escrever comentário

Calendário

fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

Últimos Cometários

Essa reclamação tem ser feita para o atual governo do Brasil na pessoa de Paulo...

Que absurdo isso, um pai ou uma mãe responssavelque se prese cuida de 10 filhos...

Acabou a paz nessa regiao...

Colméia no Facebook