Australiana de 75 anos é a jogadora de futebol mais velha do mundo » Rádio Colmeia FM

Escute a rádio

Australiana de 75 anos é a jogadora de futebol mais velha do mundo


4 de agosto de 2023

Competidora em torneios de verão e inverno, Carol Askew faz caminhadas pelo menos três vezes por semana para prevenir lesões e se preparar para os jogos

A esquerda, Carol vestindo a blusa do time Gymea, e a direita Carol jogando pelo Gymea United FC em julho de 2023 guinness world records

Uma australiana de 75 anos é considerada pelo site oficial do Guinness World Records, que determina recordes, a jogadora de futebol mais velha do mundo. Chamada Carol Askew, ela atualmente joga pelo Gymea United FC em uma liga para mulheres com mais de 40 anos que é administrada pela Associação de Futebol Sutherland Shire.

Segundo a jogadora, que trabalha como advogada, a maioria das mulheres do seu próprio time e de equipes adversárias têm entre 43 e 64 anos – o que significa que Carol é 10 anos mais velha do que qualquer outra na liga.

A história da australiana com o futebol começou em 1984, quando ela começou a jogar no clube Sylvania Heights FC, de Sydney. Na época com 37 anos, ela iniciou como atacante; porém, a jogadora já contemplou todas as outras posições da equipe, incluindo a de goleira. “Jogo onde quer que me coloquem; mas espero que à direita”, comenta Carol para o “livro dos recordes”.

A australiana ficou no Sylvania Heights até 1994, quando se mudou para Broken Hill, uma pequena cidade na paisagem desértica do interior de Nova Gales do Sul. Porém, em 2005, Carol voltou a Sydney e à sua querida equipe, com a qual passou outros 16 anos jogando.

Carol diz que marcou “alguns gols” pela equipe e ajudou o Sylvania Heights a conquistar o título de sua liga em 2010. E, com 25 anos de clube, a jogadora de futebol se tornou a primeira mulher a alcançar o status de membro vitalício.

Carol (extrema esquerda) com alguns de seus companheiros de equipe do Gymea United — Foto: guinness world records

Contudo, a australiana não conseguiu atuar pelo time em 2022, porque o Sylvania Heights não conseguiu mais formar uma equipe feminina completa com mais de 40 anos. Portanto, ela se juntou ao Gymea United, cujas companheiras de equipe ela descreve como “fabulosas”.

No Gymea, Carol compete nas temporadas de inverno com 18 partidas. Mas, para aproveitar uma liga de verão mais curta, ela também joga como goleira pelo Miranda Magpies.

Embora a australiana seja considerada a jogadora de futebol feminino mais velha do mundo, é importante notar que esse recorde difere do marco de jogadora de futebol feminino mais velha do mundo, que a australiana Lorraine Peel bateu em 2017, de 65 anos. A diferença é que este segundo caso avaliou jogadoras em competições não amadoras e sem restrição de idade.

Carol Askew conta que o motivo pelo qual adora jogar futebol é porque o esporte faz com que ela esqueça quaisquer preocupações ou problemas em sua vida, e ainda lhe permitiu cultivar ótimas amizades. “Ele me mantém sã”, ela explicou.

A advogada australiana também acrescenta que teve a sorte de não ter sofrido nenhuma lesão grave em todos os seus anos como jogadora. Para manter a boa forma e prevenir machucados, Carol faz caminhadas pelo menos três vezes por semana, além de frequentar os treinos semanais de sua equipe.

A jogadora aponta que a sua seleção feminina preferida é a australiana, que ela está apoiando apaixonadamente na Copa do Mundo Feminina da FIFA. O campeonato, que vai até 20 de agosto, é organizado na Austrália e na Nova Zelândia.

Já a jogadora favorita de Carol é a capitã da seleção australiana, Sam Kerr. “Como jogadora, dentro e fora de campo, ela é sensacional”, comenta a recordista do Guinness World Records.

Carol acrescenta que se sente “emocionada” por ter estabelecido um recorde mundial, e deixa um aviso: ela não tem intenção de pendurar as chuteiras, e nem planeja se aposentar da advocacia. “Ainda estou curtindo o que estou fazendo – para que se aposentar?”, aponta.

**Via Revista Galileu

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Inaugurado primeiro frigorífico de coelhos do Planalto Norte Catarinense

O Planalto Norte saiu na frente e nesta sexta-feira, 12, inaugurou o primeiro frigorífico de coelhos do Estado com registro no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) emitido pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). O Frigorífico da Associação dos Pequenos Agricultores Ecológicos e Orgânicos (Apaeco) fica na Colônia […]

Está chegando a 3ª Caminhada Intermunicipal “Caminho da Erva Mate”

A caminhada acontece entre União da Vitória e Porto Vitória Uma caminhada que reúne o que há de mais bonito e aprazível: O ambiente preservado de uma floresta, o rio Iguaçu, a força econômica da erva-mate que se revigora distribuindo riqueza e o Parque Histórico Iguassu, local icônico onde acontecerá a largada. A equipe organizadora […]

Associação Arte do Porto entrega nesta quinta o Troféu Valor Cultural

O prêmio é um reconhecimento ao excelente trabalho dos artesãos do município, que batalham pela manutenção de técnicas manuais e étnicas Na noite desta próxima quinta-feira, 18 de abril de 2024, as 19h30min, acontece na Sala de Eventos do Armazém 1, na Estação União em frente à Praça Hercílio Luz, a entrega do Troféu Valor […]