Mais de meio milhão de vacinas contra a gripe já foram aplicadas no Paraná » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Mais de meio milhão de vacinas contra a gripe já foram aplicadas no Paraná


26 de abril de 2022

Dados do Vacinômetro do Ministério da Saúde apontam que 532.707 vacinas contra a Influenza foram aplicadas no Paraná até esta terça-feira (26). A campanha nacional teve início no dia 4 de abril e deve seguir até 3 de junho, sendo o próximo sábado (30) o dia D de mobilização social.

Até agora, o governo federal enviou mais de 2 milhões de imunizantes para o Paraná. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) já descentralizou estas doses e aguarda um novo envio nesta quinta-feira (28). A estimativa é que 4,3 milhões de pessoas deverão ser vacinadas durante a campanha e a meta é atingir pelo menos 90% do público-alvo.

“Embora tenhamos um número considerável de vacinas aplicadas, precisamos avançar mais. A secretaria conta com o apoio dos municípios para reforçar a importância da imunização e a proteção contra as Síndromes Respiratórias Agudas Graves”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

A vacina atualizada protege contra os subtipos da Influenza A (H1N1 e H3N2) e um subtipo da Influenza B. Em janeiro deste ano, o Paraná declarou epidemia de H3N2, após um aumento no número de diagnósticos e mortes em decorrência do vírus. Foram mais de 2 mil casos e 118 óbitos entre dezembro e março.

“Mesmo que não estejamos mais em situação de epidemia, é importante que as pessoas se conscientizem e procurem um ponto de vacinação para receber o imunizante. A vacina é nossa única ferramenta contra essas doenças”, acrescentou o secretário.

DADOS – Os municípios com o maior número absoluto de doses aplicadas são Curitiba (51.455), Londrina (39.667), Cascavel (18.003), Ponta Grossa (13.630), Guarapuava (12.858), São José dos Pinhais (12.828), Foz do Iguaçu (11.330), Colombo (8.572), Arapongas (7.825) e Toledo (7.509).

Com relação à cobertura vacinal, as cidades que mais atingiram os grupos prioritários são Itaúna do Sul (56,1%), Santa Cecília do Pavão (55,4%), Doutor Camargo (48,8%), Arapuã (47,7%), Rosário do Ivaí (47,6%), Floresta (47,5%), Sulina (47,5%), São Pedro do Paraná (46,9%), Janiópolis (46,8%) e Guapirama (46,3%).

O grupo prioritário com maior cobertura até agora é o de idosos, com 26% – em números absolutos, 463.546 doses. As faixas etárias que lidaram a adesão ao imunizante são entre 65 a 69 anos (108.298), 70 a 74 anos (101.308) e 60 a 64 anos (99.973), respectivamente.

GRUPOS – A imunização contra a influenza é realizada em duas etapas. A primeira, de 4 de abril e 2 de maio, é direcionada para idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde.

A segunda, entre os dias 3 de maio e 3 de junho, abrangerá os seguintes grupos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; comorbidades; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento e forças armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Pessoas que não fazem parte desses grupos podem tomar a vacina contra a gripe em instituição privada.

SARAMPO – Este ano a campanha de vacinação contra o Sarampo é realizada junto com a vacinação da gripe, reforçando a necessidade da prevenção tanto contra os vírus respiratórios, quanto para doenças que já foram erradicadas.

Esta é a 8ª campanha de imunização contra a doença e busca atingir crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, além de atualizar a situação vacinal de trabalhadores da saúde. No último ano, a cobertura vacinal do Paraná ficou em 82,45%. O Estado não registrou casos da doença em 2021 e 2022. Em 2019 foram contabilizados 1.653 casos e 428 em 2020.

O imunizante tríplice viral pode ser administrado simultaneamente com a vacina da influenza a partir dos seis meses de idade. Para os trabalhadores da saúde, pode haver coadministração das vacinas tríplice viral e da vacina contra a Covid-19.

Segundo o Vacinômetro Nacional, 8.685 vacinas foram aplicadas no Estado. A estimativa do Ministério da Saúde é que 965.468 pessoas estejam elencadas como população-alvo para esta imunização contra o sarampo. Destas, 272.817 são trabalhadores da saúde; 73.128 direcionadas a crianças de seis meses a menores de um ano; 146.255 com um ano de idade e 157.756 para dois, três e quatro anos, para cada uma dessas faixas.

“O Paraná ficou mais de 20 anos sem casos de sarampo, chegando a erradicar a doença no Estado, mas desde 2019 voltamos a confirmar casos, por isso a imunização contra a doença é indispensável”, reforçou o secretário.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


STF aprova a “revisão da vida toda” pelo INSS

O Supremo Tribunal Federal (STF) encerrou na tarde desta quinta-feira (1º) a análise da “revisão da vida toda” do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Onze ministros apresentaram seus votos, com placar de 6 a favor e 5 contra. Votaram a favor os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Carmen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber e Marco […]

“Canoinhas não é terra de ladrão”, diz Juliana Maciel ao tomar posse como 1ª prefeita

Pela primeira vez na história, Canoinhas será comandada por uma mulher. Juliana Maciel Hoppe (PSDB) tomou posse na manhã desta quinta-feira, dia 1º, em sessão solene realizada na Câmara de Vereadores. “A minha postura enquanto política sempre foi de levar ao povo o melhor que tem dentro de mim, guiada sempre pelos passos de Deus, […]

Confira as vagas de emprego da Agência do Trabalhador de União da Vitória

Vagas de emprego estão disponíveis na Agência do Trabalhador de União da Vitória nesta sexta-feira, 02. Interessados em mais informações, podem procurar a agência com carteira de trabalho e número do Programa de Integração Social (PIS), das 8h às 14 horas. O atendimento aos trabalhadores, em relação a vagas e ao seguro desemprego, só serão […]