Rádio Colmeia Ministério da Saúde inclui grávidas no grupo prioritário de vacinação » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Ministério da Saúde inclui grávidas no grupo prioritário de vacinação


28 de abril de 2021

O Ministério da Saúde decidiu incluir as grávidas e puérperas (mulheres no período pós-parto) no grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19, informou ontem (27) a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) do ministério, Franciele Francinato. 

Em audiência na Câmara dos Deputados para debater a situação das vacinas no país, a coordenadora disse que a medida foi tomada em razão da situação preocupante da pandemia no Brasil e visto que grávidas e puérperas têm risco maior de hospitalização por covid-19.  “A vacinação deve começar a partir do dia 13 de maio”, informou.

Em 15 de março, o governo já tinha incluído as gestantes com comorbidades. De acordo com Franciele, uma nota técnica foi encaminhada ontem (26) aos secretários estaduais de Saúde, com as novas orientações.

“Nossa indicação é que, nesse momento, vamos alterar um pouco a recomendação da OMS [Organização Mundial de Saúde] que hoje indica a vacinação, de acordo com o custo x benefício. Mas, hoje, o risco de não vacinar gestantes no país já justifica a inclusão desse grupo para se tornar um grupo de vacinação nesse momento”, afirmou.

Apesar da mudança, de acordo com a pasta, em um primeiro momento, devem ser vacinadas as grávidas com doenças pré-existentes. De acordo com a coordenadora, serão usados as vacinas Coronavac, AstraZeneca e da Pfizer. Neste caso, o primeiro lote de entregas do imunizante deve chegar na próxima quinta-feira (29) e 1,3 milhão de doses serão distribuídos para utilização nas capitais.

Franciele disse que a medida foi tomada devido a necessidade de armazenagem das vacinas. Para manter a estabilidade do material, a vacina precisa ficar armazenada em temperaturas de -90° a -60°, por até seis meses.

No caso das capitais, as doses serão encaminhados aos centros que podem manter o imunizante em temperaturas de -20° pelo período de sete dias.

“Para a aplicação, a vacina pode ficar em temperatura de geladeira, de até 8°, por até cinco dias”, afirmou.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Polícia Militar encontra mulher machucada no interior de Porto Vitória

Na manhã desta terça-feira, 18, a Polícia Militar de Porto Vitória recebeu uma ligação vinda da Colônia Anta Gorda via 190. Era um pedido de socorro vindo de uma mulher. No local a equipe verificou que a mulher estava muito machucada, pois segundo ela, foi agredida até desmaiar. Segundo informações da PM, a vítima disse […]

União da Vitória confirma 67 novos casos e 43 pacientes recuperados da Covid-19

União da Vitória obteve 67 novos casos positivos de Covid-19 nesta terça-feira, 18. Também foram registrados mais 43 pacientes recuperados que receberam alta e podem voltar ao convívio social seguro. O boletim epidemiológico sofreu algumas alterações e agora recebe os números de coletas e resultados realizados por laboratórios particulares. O município tem 432 casos ativos […]

Prefeitura de Bituruna realiza leilão de veículos, máquinas e sucatas

A Prefeitura de Bituruna está realizando um leilão de veículos, máquinas e sucatas considerados inservíveis ao município, ao todos são 46 lotes. O leilão acontecerá no dia 27 de maio a partir das 10h, devido ao COVID-19, o leilão será realizado exclusivamente on-line através do site www.superbid.net, os lances mínimos já podem ser propostos diretamente […]