Petrobras reduz preço da gasolina e aumenta o do diesel » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Petrobras reduz preço da gasolina e aumenta o do diesel


20 de outubro de 2023

Reajustes passam a valer a partir do próximo sábado, com preços médios por litro de R$ 2,81 e R$ 4,05, respectivamente, para as distribuidoras

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira, 19, um novo reajuste no preço dos combustíveis vendidos para as distribuidoras. As mudanças começam a valer a partir de sábado, 21. O preço médio de venda da gasolina vai ser de R$ 2,81 por litro, uma redução de R$ 0,12 por litro. Como existe uma mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro na composição da gasolina comercializada aos postos, a parcela da Petrobras vai ser, em média, de R$ 2,05 a cada litro vendido na bomba.

O preço médio de venda do diesel para as distribuidoras vai ser de R$ 4,05 por litro, um aumento de R$ 0,25 por litro. Como é obrigatória a mistura de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel vendido aos postos, a parcela da Petrobras vai ser, em média, de R$ 3,56 a cada litro vendido na bomba.

Na variação acumulada no ano dos preços de venda da gasolina A e do diesel A para as distribuidoras, há uma redução de R$ 0,27 por litro de gasolina e de R$ 0,44 por litro de diesel.

“A estratégia comercial que adotamos na Petrobras nesta gestão tem se mostrado bem-sucedida, sobretudo no sentido de tornar a Petrobras competitiva no mercado e evitar o repasse de volatilidade para o consumidor. Uma prova disto é que ao longo deste ano, mesmo com o valor do brent mais alto que no ano passado, os preços dos nossos produtos acumulam quedas, muito diferente do que aconteceu ao longo de 2022”, disse o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates.

A Petrobras afirma que os reajustes na gasolina e no diesel podem ser explicados por movimentos distintos no mercado e na estratégia comercial da estatal. No caso da gasolina, há o fim do período de maior demanda global, com maior disponibilidade e desvalorização do produto frente ao petróleo. No caso do diesel, a demanda global se mantém, com expectativa de alta sazonal, o que faz o produto ter maior valorização frente ao petróleo. A companhia também reforçou que procura evitar o repasse da volatilidade do mercado internacional e da taxa de câmbio para a sociedade brasileira, mas que também preserva um ambiente competitivo nos termos da legislação vigente.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Campeonato de arrumação de camas vira ‘febre’ na China

O clipe de uma competição acirrada na China viralizou recentemente nas redes sociais: o torneio de arrumação de camas. Promovido por hotéis de luxo do país, as disputas revelam a destreza e dedicação dos camareiros e camareiras e acabam por estabelecer um benchmark em quesitos como tempo médio, padrão de limpeza, avaliação dos usuários e consistência. Em […]

COHAPAR realiza visita técnica em União da Vitória para avaliar situação e demandas do município

A Companhia de Habitação do Paraná – COHAPAR esteve realizando uma visita técnica ao município de União da Vitória para identificar as demandas após a enchente. O objetivo é buscar maneiras pontuais de contribuir com a cidade neste momento delicado. Na oportunidade, o Chefe Regional de União da Vitória, Mário da Caixa, acompanhado do prefeito […]

General Carneiro assina termo de repasse com Itaipu Binacional

O dia 29 de novembro de 2023 é mais um grande dia para General Carneiro. Através da assinatura do termo de repasse entre caixa, Itaipu Binacional e Prefeitura, o Município de General Carneiro terá investimentos que ultrapassam os 3 milhões de reais. Segundo o prefeito, Joel Martins Ferreira: “Fomos contemplados com 04 ações, sendo elas […]