Produtores de uva podem realizar cadastro para aquisição de mudas » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Produtores de uva podem realizar cadastro para aquisição de mudas


1 de fevereiro de 2021

A Secretaria Municipal de Agricultura de União da Vitória e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR Paraná) realizam o cadastro de produtores rurais e demais interessados que queiram implantar ou ampliar a cultura de uva para fins comerciais em suas propriedades no ano de 2021.

 (Foto: Divulgação IDR-Paraná)

O cadastro deve ser realizado no escritório da secretaria municipal de agricultura ou no IDR Paraná até o dia 05 de fevereiro de 2021. “A gente ressalta que o cadastro é importante que seja feito o quanto antes, por questão de aquisição de mudas, que já está com o período correndo e os viveiros tem de se programar. A gente pede urgência aos interessados que procurem o quanto antes a secretaria ou o IDR”, solicita o secretário de Agricultura Cesar Strapassola.

Para mais esclarecimentos os interessados podem ligar para o telefone 3522-4724 (Secretaria de Agricultura) ou 3521-1515 (IDR- Paraná).

IDR-Paraná lança manual atualizado para produção de uvas

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná) está lançando o livro Viticultura Tropical: o sistema de produção de uvas de mesa do Paraná.

Partindo de um detalhado panorama da produção e do mercado da fruta, o livro aborda do planejamento da propriedade e do empreendimento, escolha do terreno e de cultivares, a necessidade de observar os fatores climáticos, boas práticas agronômicas na condução de parreirais e colheita até os cuidados na comercialização.

“É um verdadeiro passo a passo para o sucesso na produção de uvas de mesa, este livro é uma valiosa contribuição da pesquisa pública à viticultura paranaense”, afirma Vania Moda Cirino, diretora de Pesquisa do IDR-Paraná.

 (Foto: Divulgação IDR-Paraná)

A obra que agora chega ao público é uma edição revisada, atualizada e (muito) ampliada do título Viticultura Tropical: o sistema de produção do Paraná, publicado em 2007 pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), atual IDR-Paraná, concebida e iniciada pelo pesquisador Antonio Yoshio Kishino, considerado um dos maiores especialistas em viticultura que o Estado já teve.

Kishino tinha os originais bastante avançados quando faleceu precocemente. Os pesquisadores Sergio Luiz Colucci de Carvalho, também do Iapar, e Sergio Ruffo Roberto, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), abraçaram então a tarefa de coordenar sua finalização. Para isso, envolveram mais de 30 especialistas em agricultura de várias universidades do Estado e do antigo Iapar.

Desde então, a obra tem sido referência para pesquisadores, profissionais de assistência técnica e extensão rural, professores, estudantes e todos os interessados no cultivo da uva. Agora, passados quase 14 anos do primeiro lançamento, Carvalho e Roberto coordenaram a reedição.

“A procura pela viticultura para a diversificação das atividades agrícolas e promoção do desenvolvimento no campo incentivou a atualização deste livro”, explica Carvalho. “E, mais uma vez presta uma homenagem a seu idealizador, Dr. Kishino, que durante toda a sua vida profissional se dedicou a estudar o tema”.

No trabalho de reedição, Roberto destaca a preocupação de, preservando o rigor técnico, entregar um conteúdo abrangente, de linguagem acessível e fartamente ilustrado – são quase 700 páginas e mais de 500 imagens. “Foram tantas as alterações e inserções que é um novo livro, podemos dizer”, assinala o professor.

AQUISIÇÃO

Destinado a técnicos, produtores e estudantes de ciências agrárias, o livro Viticultura Tropical: o sistema de produção de uvas de mesa do Paraná custa R$ 150, mais o custo de envio. Para adquiri-lo, o interessado deve enviar uma mensagem para publicacoes@idr.pr.gov.br.

SERVIÇO

Livro Viticultura Tropical: o sistema de produção de uvas de mesa do Paraná.

Editores: Antonio Yoshio Kishino (in memorian), Sergio Luiz Colucci de Carvalho e Sergio Ruffo Roberto.

Para comprar: publicacoes@idr.pr.gov.br

Reportagem: Edmilson Liberal

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Equipe de hospital realiza campanha de arrecadação para recém-nascido abandonado em Porto União

Após o episódio de abandono do recém-nascido ocorrido nesse domingo, 7, a equipe do Hospital São Braz está arrecadando doações de roupinhas, fraldas e itens de higiene para ajudar o menino. Quem puder e quiser ajudar de alguma forma pode entregar as doações diretamente na recepção do Pronto Socorro na Rua Frei Rogério, nº 579, […]

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente diminuem à medida que a idade avança. Mas pesquisa feita por cientistas da Universidade de São Paulo (USP) mostra que a perda chega a ser 28% maior entre pessoas que consomem mais alimentos ultraprocessados. São alimentos que passaram […]

Colesterol alto é fator de risco para doenças cardiovasculares

O presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes – Regional RJ (SBD-RJ), Daniel Kendler, lembra, no Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol, comemorado hoje (8), que o excesso dessa gordura no organismo é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC) ou derrame. Cerca de 40% da população […]