Sancionada lei que pune atos contra a dignidade de vítima e testemunha » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Sancionada lei que pune atos contra a dignidade de vítima e testemunha


23 de novembro de 2021

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal – STF

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que reprime a prática de atos atentatórios à dignidade da vítima e de testemunha durante o julgamento. A nova lei foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (23).

A Lei nº 14.245 possibilita, também, o aumento da pena no crime de coação quando praticado durante o processo. O aumento pode variar de um terço da pena até a metade, caso o processo envolva crime contra a dignidade sexual.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, a iniciativa pela criação desta lei surgiu após o caso da influenciadora digital Mariana Ferrer, que foi alvo de ofensas e humilhações por parte do advogado do acusado durante audiência judicial, em que afirmava ter sido vítima de violência sexual.

“De acordo com a justificativa do projeto, casos como o de Mariana Ferrer podem fazer com que outras vítimas sejam desestimuladas a denunciar agressores por receio de não encontrarem o apoio necessário quando do julgamento”, justificou, em nota, a secretaria.

A nova lei estabelece o dever a todos os envolvidos nos julgamentos processuais no sentido de assegurar a integridade física e psicológica das vítimas de violência sexual, bem como das testemunhas durante as audiências.

Além disso, institui a responsabilização civil, penal e administrativa nos casos em que houver “desrespeito dos direitos da parte denunciante”. Para tanto, confere, ao juiz, a “atribuição de zelar pelo cumprimento da medida”.

Entre as ações previstas pela nova legislação está a de que, nas fases de instrução e julgamento do processo, ficam vedadas a manifestação sobre “circunstâncias ou elementos alheios aos fatos objeto de apuração nos autos, bem como a utilização de linguagem, de informações ou de material que ofendam a dignidade da vítima ou de testemunhas”.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


União da Vitória recebe curso de manutenção hidráulica residencial para mulheres

Mulheres de União da Vitória terão a oportunidade de realizar o curso de manutenção hidráulica residencial, que será ministrado no dia 12 de julho. Esse curso é uma parceria da prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, com a Sanepar. O dia do curso está marcado para 12 de julho, próxima terça-feira, com início às […]

Paraná confirma primeiro caso de varíola dos macacos, diz Sesa

O Paraná confirmou neste domingo (3) o primeiro caso de varíola dos macacos causada pelo vírus monkeypox. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), o paciente é um morador de Curitiba de 31 anos com histórico de viagem para São Paulo entre 16 e 18 de junho. As amostras de exame do paciente foram […]

Casos de varíola dos macacos chegam a 76 em todo o país

O Ministério da Saúde informou neste domingo (3) que, até o momento, 76 casos de varíola dos macacos (monkeypox) foram confirmados em todo o país. Desse total, foram registrados um caso no Distrito Federal, um no Rio Grande do Norte, dois em Minas Gerais, dois no Rio Grande do Sul, dois no Ceará, 16 no Rio de Janeiro e […]