Rádio Colmeia SC investe R$ 7,2 milhões para incentivar a produção de leite e carne à base de pasto » Rádio Colmeia

Escute a rádio

SC investe R$ 7,2 milhões para incentivar a produção de leite e carne à base de pasto


5 de abril de 2021

Foto: Divulgação/ Epagri

Os pecuaristas de Santa Catarina contam com um apoio extra para investir na produção de pastagens. O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, investe R$ 7,2 milhões no fornecimento do kit forrageira, formado por mais de 80 produtos para a produção de leite e carne à base de pasto. A expectativa é atender três mil agricultores em todo o estado.

“O kit forrageira já pode ser acessado pelos produtores rurais que querem melhorar a produção de pastagem em Santa Catarina.  Essa é uma linha importante para incentivar a pecuária catarinense e nós estamos otimistas com o resultado este ano”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Altair Silva.

O kit faz parte do Programa Terra-Boa. “Esta é uma grande oportunidade para os produtores rurais de Santa Catarina. É um incentivo do Governo para produzirmos alimentos de alta qualidade para nossos bovinos, com redução do uso da silagem e, consequentemente, redução de custos”, afirma o secretário adjunto Ricardo Miotto.

Como acessar o kit forrageira

O kit custa até R$ 6 mil, que podem ser pagos em três parcelas anuais e sem juros. Caso o pagamento seja feito em parcela única, o agricultor receberá um desconto de 30% sobre o valor da segunda parcela e de 60% sobre o valor da terceira parcela.

São beneficiários do Programa produtores rurais que se enquadram nos critérios do Pronaf. Será permitida também a participação de agricultores com propriedades maiores do que quatro módulos fiscais, desde que promovam o melhoramento de pastagem.

Os agricultores catarinenses interessados devem procurar os escritórios municipais da Epagri.

Hora de semear as pastagens

De acordo com o coordenador do projeto de Pecuária na extensão rural da Epagri, Carlos Mader, o Kit Forrageira vem sendo usado prioritariamente para melhorar ou instalar sistemas de cerca elétrica e fornecer água e sombra para os animais nos piquetes.

No caso das pastagens, o Kit é usado para aquisição de sementes de inverno, especialmente azevéns, trevos e também aveia em algumas regiões. “Estamos no momento de implantar as pastagens de inverno. Se o produtor acessar o Kit Forrageira entre o fim de março e o início de abril e fizer a semeadura nessa época, já terá pastagem disponível para alimentar os animais em maio”, recomenda.

O azevém SCS 316 CR Altovale, lançado pela Epagri em parceria com a Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), é um cultivar de pastagem que também pode ser usado neste momento. Suas principais características são: precocidade ao primeiro pastejo, produtividade, ciclo intermediário e rapidez de rebrote. Além de ser tolerante a estiagens e geadas.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Polícia Militar de Porto União lança campanha “Vacina contra a Fome”

Em um momento tão crítico da pandemia, queremos incentivar a sociedade a contribuir com nossas ações de combate à fome, garantindo a segurança alimentar das muitas famílias do município em situação de vulnerabilidade. Pensando nisso, a PM de Porto União, por meio do projeto “Setor de Apoio Humanitário”, está convidando você a exercer a generosidade […]

Chefe Regional do Ciretran de UVA morre vítima da Covid-19

O Chefe Regional da 4ª Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) de União da Vitória, Alceu Lourenço de Paula de 57 anos, que foi diagnosticado com Covid-19, veio a óbito neste sábado, 17. Alceu de Paula apresentou sintomas, como dificuldades para respirar e dores de cabeça na metade do mês de março. Ele estava internado na […]

Caixa pode fazer novas antecipações de saques do auxílio emergencial

Depois de antecipar em duas semanas, o saque da primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal poderá fazer o mesmo com as demais parcelas, disse ontem (16) o presidente do banco, Pedro Guimarães. Segundo ele, a medida será tomada se o calendário da primeira parcela funcionar bem. “A partir da avaliação do […]