Rádio Colmeia UVA e Bituruna terão colégios cívico-militares nas escolas Bernadina Schleder e Novo Milênio » Rádio Colmeia

Escute a rádio

UVA e Bituruna terão colégios cívico-militares nas escolas Bernadina Schleder e Novo Milênio


29 de outubro de 2020

Ilustrativa

A comunidade escolar dos Colégios Estaduais Bernardina Schleder, de União da Vitória, e Novo Milênio, de Bituruna, decidiu por transformar as escolas em colégios cívicos-militares a partir de 2021. A votação encerrou na noite dessa quarta-feira, 29 de outubro, às 20 horas, já com o número mínimo de votos necessários.  O Colégio Estadual Lauro Muller Soares de União da Vitória também terá sua transição realizada a partir do ano que vem.

De 233 votos, 200 foram favoráveis e 33 contrários a implantação em União da Vitória. Já em Bituruna, de 281 votos, 238 foram favoráveis e 43 contrários. Para o Chefe do Núcleo Regional de Educação em União da Vitória, Carlos Polsin, as duas entidades tiveram grande comparecimento da comunidade. “Nas duas entidades nós tivemos êxito”, disse.

Ao todo serão implantados 215 colégios cívico-militares em 117 municípios de todas as regiões do Paraná, a partir de 2021. Maior projeto do Brasil nessa área, o programa vai abranger 129 mil alunos e receberá um investimento de R$ 80 milhões.

Manifestações

De acordo com informações repassadas ao Jornal Colmeia, houveram manifestações contrárias a implantação dos colégios cívico-militares em União da Vitória. O tenente coronel Joas Lins, comandante do 27° Batalhão de Polícia Militar, disse em entrevista exclusiva que a PM recebeu informações de que os votantes estavam sendo abordados por outras pessoas na tentativa de mudar a decisão sobre a implantação do colégio cívico-militar. No local foi conversado com os manifestantes e feito a orientação.

Modelo

Lins ressaltou que o setor de educação tem um nível muito alto de excelência e o colégio cívico-militar é mais uma opção aos pais. Que se trata de uma gestão compartilhada entre militares e civis que irá abranger os alunos do sexto ao nono ano. O quadro de professores permanecerá o mesmo e será adicionado um diretor cívico-militar e também de dois a quatro colaboradores que serão policiais aposentados.

Os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Para Lins o colégio tem um formato diferenciado e “não é militarizado”, afirmou. O formato busca o civismo, o amor à pátria “e principalmente o aluno a voltar a ter o respeito com o professor”.

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Uma resposta para “UVA e Bituruna terão colégios cívico-militares nas escolas Bernadina Schleder e Novo Milênio”

  1. Lindair das Chagas Naconieczny disse:

    Bom dia.
    Parabéns pela sábia decisão dos governantes.
    Agora vai voltar,
    O Respeito
    E a
    Educação
    Perdidos com o tempo
    Fico muito feliz por saber que meus Netos terão uma Escola com Diciplina e RESPEITO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Epagri estima que safra de inverno será positiva em Santa Catarina

O Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Epagri/Cepa) estima que a produção da safra de inverno 2021/22 seja positiva em Santa Catarina, com previsão de aumento de produção em todo o Estado. Só o trigo deve ter um aumento de 55% no total produzido. Aveia, cevada, cebola e alho completam o rol das […]

Cruz Machado programa Horas Máquina abre licitação para contratação de empresas

Foi assinada na manhã desta segunda-feira, 21, a autorização para abertura de processo licitatório para a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de Horas Máquina, destinados para serviços diversos em estradas e propriedade rurais contemplados no “Programa Horas Máquina”, conforme a Lei Municipal n.º 1411/2013, o qual busca o fomento e incentivo à […]

Cras em Casa de Irineópolis desenvolve atividade de reflexão sobre o trabalho infantil

Durante o mês de junho, os participantes do projeto Cras em Casa desenvolvem atividades em família que proporcionaram a reflexão sobre o tema “Trabalho Infantil”. Por meio de ações pedagógicas e recreativas a equipe do Cras buscou envolver o público atendido pelo projeto, sensibilizando a comunidade sobre os riscos que estão expostas as crianças e […]