Rádio Colmeia

Dnit confirma obras na BR 476 com a BR 153, em Paulo Frontin

dezembro 04
14:36 2017

Foto: Google Maps

O prefeito da cidade de Paulo Frontin, Sebastião Elias, confirmou na manhã desse sábado, 02 de dezembro, ao participar do programa Jogo Aberto na Rádio Colmeia, que no ano de 2018, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit), vai fazer a obra de revitalização na BR 476, com a BR 153, no trevo de acesso ao município de Paulo Frontin.

Sebastião Elias, já esteve em várias oportunidades em Brasília, onde conversou com o senhor Diretor Geral do Dnit, Valter Casimiro Silveira, para ter uma melhoria no trevo de acesso da BR 476, com a BR 153, onde hoje não tem iluminação, e o local, é chamado de trevo, mas no espaço não existe realmente um trevo para a segurança dos motoristas.

Em sua última visita na capital Federal, o prefeito levou um projeto de melhoria para o local, onde o valor de investimento seria de um milhão e meio, e a equipe do Dnit, afirmou ao prefeito que para esse ano de 2017, o órgão está sem recurso, mas que para o ano de 2018, terá esse valor para fazer as melhorias no local.

“Na semana passada recebi a confirmação do Dnit, que no final de mês de janeiro a início de fevereiro de 2018, será realizado os trabalhos de melhoria na BR 476 e BR 153, no trevo de acesso da cidade de Paulo Frontin. O projeto foi feito por nós da Prefeitura e apresentado ao Dnit em Brasília que fez o repasse do projeto para o Dnit do Paraná, que com os recursos de 2018, fará essa obra na nossa região”, afirmou o prefeito em entrevista para a Rádio Colmeia.

 

Como é hoje:

 

Foto: Google Maps

Atualmente o trevo da BR 476 com a BR 153, é via simples, sendo um sentido a União da Vitória para São Mateus do Sul, e a outra via de São Mateus do Sul para União da Vitória.

Hoje, quem vem de União da Vitória e pretende ir para Paulo Frontin, ao chegar no trevo deve parar no acostamento, e quando puder, faz a travessia e segue viagem. O mesmo caso é de quem vem de Paulo Frontin e pretende ir para São Mateus do Sul, que tem que ficar no trevo, e ao poder passar a via, segue viagem.

 

Novo projeto:

Foto do projeto da Prefeitura de Paulo Frontin

O novo trevo da BR 476 com a BR 153 ficará sim definida ao ser finalizado. Quem vem de União da Vitória para São Mateus do Sul, vai ter uma faixa no lado direito, e ai sim, segue viagem normalmente. Quem vai para a BR 153, vindo de União da Vitória, vai ter uma faixa no meio da via escrito: “Pare”, e vai pode fazer a entrada na BR 153, se não tiver ninguém vindo de São Mateus do Sul sentido a União da Vitória, em que terá uma via direta.

Para quem vem de Paulo Frontin e vai entrar na BR 476 sentido União da Vitória, vai haver uma faixa nova para entrar com segurança na BR, o mesmo será feito para quem já está na BR 476 e pretende entrar na BR 153, uma via lateral.

Para quem já passou pelo trevo de Bituruna, na BR 153 com a PR 170, o trevo a ser feito em Paulo Frontin, será o mesmo de Bituruna.

Artigos Relacionados

2 Comentários

  1. Rocha10
    Rocha10 janeiro 18, 00:49

    Poxa essa rodovia vai ser pedagiada, por que não deixar que a concessionária gaste nessa obra?

    Reply to this comment
  2. Elizeu
    Elizeu abril 18, 08:51

    Por que fazer uma obra dessa que não vai ser eficaz, qualquer leigo no assunto vê que terá que parar sobre a pista e esperar os veículos no sentido contrario.
    Porque não uma trincheira, cito exemplo trevo do Mallon, São Joaquim,Porto Vitória,etc.
    pensando assim nesse projeto a ser executado acho que a governança acredita que nossa população não mereça uma obra eficaz, devem pensar (tando mais ou menos ta loco de bom)só pode ser isso que pensam de nós.

    Reply to this comment

Escrever comentário

Calendário

outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Últimos Cometários

Mauro M. Aqui é de Joinville - SC. Aqui na cidade algumas ruas precisam,...

Mauro M. Aqui é de joinville -SC. AS ruas aqui precisam de asfalto novo....

Acho muito importante estas acoes para preservar o pouco q ainda temos...

Colméia no Facebook