Rádio Colmeia Finalizado o primeiro curso Master Merendeiras em União da Vitória » Rádio Colmeia

Escute a rádio

Finalizado o primeiro curso Master Merendeiras em União da Vitória


24 de setembro de 2019

Foto: Comunicação Prefeitura de União da Vitória

Verdadeiras chefs de cozinha. Essa foi a impressão de quem viu e experimentou os pratos produzidos pelas merendeiras da rede municipal de ensino que participaram do curso de técnicas e culinária e boas práticas, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). O encerramento da primeira turma ocorreu na última sexta-feira, 20.

No total, 15 merendeiras dos Cmeis participaram do curso. No último dia de atividade em grupos, elas apresentaram aos convidados, pratos produzidos durante as aulas. Entrada, prato principal e sobremesa foram servidos. As receitas são das próprias merendeiras adaptadas com ajuda da nutricionista Crislaine Silva. “As crianças não gostam muito de bolacha integral. Então minha ideia foi transformar a bolacha em uma massa de empadão e o pessoal adorou”, afirma a merendeira do Cmei, Estela Caus, Leoni Reisemberg.

Um livro foi produzido com as receitas elaboradas pelas queridas ‘tias da cozinha’. “Estamos retribuindo tudo aquilo que elas fazem no seu dia a dia, o cuidado, o amor, o carinho que elas têm para nossas crianças. Quem é que não se lembra da tia da cozinha? Todo mundo guarda essas lembranças. Por isso ver o sorriso no rosto delas é gratificante”, destaca o Secretário de Educação, Ricardo Brugnago.

“A diversificação com que elas trataram os produtos que são utilizados na merenda como os alimentos da agricultura familiar, produtos integrais, foi excelente. Elas conseguiram apresentar esses produtos, que muitas vezes não são os preferidos de nossas crianças, de uma maneira mais atrativa. Nossos alunos merecem comer bem. De forma nutritiva, mas também deliciosa”, afirma o prefeito Hilton Santin Roveda.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Ricardo Sass, participou do encerramento do curso e aprovou as preparações. “Além do prazer de provar os pratos que estavam uma delícia, estou muito contente pela felicidade das merendeiras. Muito legal essa oportunidade. O fruto de todo esse trabalho vai atingir nossas crianças”.

Uma segunda turma do curso já está em andamento e conta com 24 cozinheiras das escolas e quatro Cmeis. As aulas estão divididas em oito encontros que encerram no final de novembro. “A gente fez uma integração com as merendeiras de outros Cmeis. Trocamos experiências. Eu adorei”, avalia Leoni.

 

Compartilhe a matéria nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia outras matérias relacionadas:


Representantes da Ambev visitam o município de Bituruna

Nesta manhã de quarta-feira, 24, o vice prefeito Rogerio Dalgallo e colaboradores municipais representaram o prefeito Rodrigo Rossoni que está cumprindo agenda em Curitiba, receberam integrantes da Ambev e da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná. Os visitantes conheceram o projeto de produção de pinhão e erva mate das pequenas propriedades […]

Cinco novos casos e quatro pacientes curados em Cruz Machado

Nesta quarta-feira, 24, o município de Cruz Machado registrou cinco novos casos de Covid-19 e quatro pacientes recuperados. As informações foram divulgadas por meio do boletim epidemiológico emitido pela secretaria de Saúde. Agora a cidade tem um total de 275 casos confirmados. Destes, 241 estão recuperados, 31 seguem ativos com dois pacientes internados na enfermaria, […]

Pesquisa revela potencial catarinense para produzir café especial

Há gerações, cafezais crescem no Leste de Santa Catarina sob a sombra da Mata Atlântica ou de outros cultivos agrícolas. Um conhecimentode famílias agricultoras que optaram pela convivência harmoniosa da natureza com o cultivo do grão, que vai dar origem a um café especial, com alto apelo econômico e ambiental. Um estudo comprovou que o café […]